#BR21naVAVEL - Hegemonia do Flamengo será mantida?
Foto: Divulgação/CBF

Após conquistar o Hexa-Tri do Campeonato Carioca, o Flamengo mira novas conquistas, entres elas o tri do Campeonato Brasileiro Série A. O Rubro-Negro provou que a hegemonia no Carioca está mantida, mas e no Brasileirão? Será que mantém?

Sem reforços, o Rubro-Negro nas seis primeiras rodadas do Carioca apostou na base. O que serviu para dar rodagem aos jovens, como Hugo Moura, João Gomes e Rodrigo Muniz, "laboratório" que foi essencial para que Michael e Vitinho adquirissem confiança e fossem protagonista em algumas partidas da primeira fase.

A dupla- em alta com Rogério Ceni- chegou a ser responsável de forma direta por 46% dos gols do Flamengo até a final da competição.

Bem de ataque!

Gabriel Barbosa voltou a ser destaque na equipe Rubro-Negra. Terminou o estadual sendo o principal goleador da equipe com oito gols marcados.

Outro que também está muito bem, é o atacante Pedro. Mesmo sendo reserva, nas vezes que ele entrou, não desapontou, foi decisivo no empate diante da Portuguesa-RJ, quando marcou duas vezes e com um hat-trick sobre o Volta Redonda na semifinal.

Desempenho do Carioca é o suficiente para defender o bicampeonato brasileiro?

Ainda que possa apontar um desnível entre os titulares e reservas no elenco do Flamengo Rubro-Negro, a oferta de qualidade técnica ainda assim, seguida colocando o Rubro-Negro como favorito em qualquer competição da qual ele disputar.

Manutenção da base

 

É importante a equipe manter a sua base campeã, porém, nos próximos dias pode perder Gérson, uma perda quase impossível de se repor no mercado sul-americana.

O que precisa melhorar?

O Flamengo assume alguns riscos com seu jeito ousado de jogar. E precisa melhorar a jogada área mas bolas paradas defensivas, que é uma das maiores fragilidades da equipe carioca.

Quem pode incomodar o Flamengo?

A verdade é que o término dos campeonatos estaduais mostrou que algumas equipes vem fortes em busca do título no Campeonato Brasileiro, mas para suportar um campeonato tão longo é necessário ter um elenco muito forte.

O Palmeiras, com investimentos altos, pode se tornar ainda mais forte, além do Atlético-MG comandado por Cuca, que tem bons nomes no elenco e vem de uma fase invicta tanto na Libertadores, como no Campeonato Mineiro, além do Grêmio com contratações pontuais e a chegada de Diego Costa e o São Paulo, que além do título Paulista, faz uma boa campanha na Libertadores, tem bons nomes na sua equipe e é um dos times a se tomar cuidado na competição.

 

 

 

 

VAVEL Logo