Botafogo desafia Náutico, com 100% de aproveitamento nos Aflitos
Estádio dos Aflitos, sede de Náutico x Botafogo (Clube Náutico Capibaribe / Divulgação)

Duas das melhores equipes do começo da Série B 2021 se enfrentam neste domingo (20), às 16h (Horário de Brasília), nos Aflitos. Líder do certame, o Náutico recebe o Botafogo, quarto colocado, em duelo válido pela quinta rodada do torneio.

Os grandes inícios de campanha contrastam com a última temporada dos clubes. O Timbu lutou até o final do campeonato para não ser rebaixado à Série C deste ano, enquanto o Glorioso foi o lanterna da Série A da última temporada.

Na ponta

Com incríveis 100% de aproveitamento, o Náutico busca igualar um recorde: um início com cinco vitórias consecutivas - algo que apenas o Corinthians de 2008 e o Guarani de 2009, ambos times que ficaram pelo menos na segunda posição, conseguiram. Na última rodada, a vítima do Timbu foi o Vila Nova, por 2 a 0.

Os pernambucanos têm apenas uma baixa: em transição física, Djavan não pode atuar.

Usando a tradição das equipes para comentar o confronto, Hélio dos Anjos, técnico da equipe, garantiu não ter medo do adversário: "Primeira coisa que eu coloco na cabeça dos meus jogadores: não somos superiores a ninguém. Mas também não somos inferiores. É uma questão de personalidade. Se o Botafogo é gigante, nós respeitamos. Mas na competição, o Náutico é gigante também", pontuou

Provável escalação: Alex Alves; Hereda, Camutanga, Wagner Leonardo e Bryan; Matheus Trindade, Rhaldney e Jean Carlos; Erick, Vinícius e Kieza.

Técnico: Hélio dos Anjos

Para seguir na cola

Invicto no torneio, com duas vitórias e dois empates, o Botafogo chega ao Eládio de Barros Carvalho para seguir próximo dos lideres. Os oito pontos do Fogão deixam os cariocas na quarta colocação, fechando o G4, quatro pontos atrás do líder Náutico. O último jogo, entretanto, não foi dos mais favoráveis: a equipe visitou o Londrina e empatou em 2 a 2.

São, ao todo, cinco baixas. Incluindo os dois principais goleiros da equipe: Gatito Fernández tem um edema ósseo no joelho e Diego Cavalieri está em transição física - tal qual Jonathan e Romildo. Kayque também não reúne condições físicas para jogar hoje.

Pregando a máxima atenção possível, Luis Oyama, volante da equipe, falou sobreo duelo contra o clube pernambucano: "Sabemos que o empate em Londrina teve um gosto amargo, porque o jogo estava em nossas mãos, então vamos mais atentos contra o Náutico para buscar o resultado positivo. Sabemos do momento do Náutico, com 100% de aproveitamento, então precisamos nos atentar aos detalhes", pontuou.

Provável escalação: Douglas Borges; Daniel Borges, Kanu, Gilvan, PV; Luis Oyama, Pedro Castro, Marco Antonio; Warley, Chay e Rafael Navarro

Técnico: Marcelo Chamusca

Arbitragem

Árbitro: Wanderson Alves de Sousa (MG)

Assistentes: Ricardo Junio de Souza (MG) e Frederico Soares Vilarinho (MG)

VAVEL Logo