Náutico domina, vence Vila Nova e se mantém 100% na Série B
Foto: Tiago Caldas/CNC

Na noite dessa terça-feira (15), o Náutico recebeu o Vila Nova nos aflitos pela quarta rodada da Série B, no estádio dos Aflitos. O placar de 2 a 0 foi construído com amplo domínio dos mandantes, que não passaram um minuto de aperto e conquistaram a quarta vitória em quatro jogos e se mantendo 100% na competição.

Náutico larga na frente

Na primeira etapa, o Timbu teve domínio absoluto das ações, pressionando em toda a primeira etapa, seja com pressões ou com trocas de passes envolvente. Os mandantes usaram bastante as investidas pelos lados (sendo na primeira parte pela direita e depois a esquerda) e efetuando cruzamentos perigosos para a defesa do Vila Nova.

Os visitantes buscaram muito o jogo direto, justamente pra evitar essa perdas de bola mediante a pressão do Náutico, mas a execução foi péssima. Nos momentos que subiu pressão, estava muito desencaixado.

Aos 39 minutos, o Vila Nova sobe a marcação porém o Timbu sai muito bem dessa pressão, Rhaldney toca de calcanhar para Jean Carlos que aciona Vinicius que corta para dentro e abre o placar.

Timbu cria muito e amplia no fim

Na segunda etapa o Náutico seguiu pressionando, e criou diversas chances, sendo muitas delas pelo lado direito com Erick e Diogo HeredaGeorgemy teve bastante trabalho pra segurar o placar magro.  Em contra-partida, o Vila Nova ofensivamente foi muito pobre. O meio-campo não conseguiu construir, o que dificultava a vida dos atacantes que também não estavam bem (principalmente os pontas) e quando subia seu bloco era muito descompactado e assim sendo superado facilmente.

Aos 45 minutos da etapa final, Jean Carlos lançou Bryan, que girou e se livrou de Fernandinho. Ele finalizou com maestria para ampliar e dar números finais ao jogo.

Próximos jogos

O Náutico, líder com 12 pontos, recebe o Botafogo nos Aflitos, no domingo (20), às 16h. Já o Vila Nova, oitavo colocado, com quatro pontos, joga no sábado (19) contra o Coritiba, em Goiânia, às 21h.

VAVEL Logo