São Paulo luta contra o tempo para ter titulares e seguir vivo na Libertadores
Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Dos 16 clubes que disputam as oitavas de final da Libertadores, 12 já foram campeões, dentre eles São Paulo e Racing, que disputam uma vaga na próxima fase. Após empate no Morumbi, eles se reencontram nesta terça-feira (20) no Estádio El Cilindro, em Avellaneda.

Caso haja um outro 1-1 durante os noventa minutos haverá disputa de pênaltis para saber quem avança para as quartas de final. Empate com placar zerado classifica os argentinos e qualquer outra igualdade no marcador favorece o tricolor paulista.

Além de Racing e São Paulo, os outros clubes que já venceram o torneio são Argentinos Juniors, Atlético-MG, Boca Juniors, Flamengo, Grêmio, Internacional, Olimpia, River Plate, Santos e Vélez Sarsfield.

Racing quer repetir fama de carrasco

Além de atuar como mandante, o time argentino comandado por Juan Antonio Pizzi chega com o elenco menos degastado porque entrou em campo apenas três vezes entre junho e julho, visto que o calendário do futebol local está mais alinhado com o europeu. O objetivo em 2021 é escrever uma história como na última temporada, quando eliminou um clube brasileiro - no caso, o então campeão Flamengo.

De lá pra cá o clube trocou de técnico mas o confronto recente contra o São Paulo também é animador - uma vitória e dois empates, visto que os clubes também se enfrentaram na fase de grupos e inclusive os argentinos terminaram na frente dos brasileiros, na liderança da chave.

Como preservou titulares no empate diante do Vélez Sarsfield em 1-1 no último final de semana, La Academia deve manter a base que jogou no Morumbi, inclusive com Copetti, autor do gol que evitou a derrota na capital paulista. 

Provável escalação do Racing: Gabriel Arias; Martínez, Sigali, Nery Domínguez;  Cáceres, Miranda, Moreno e Mena; Ignacio Piatti; Chancalay e Copetti.

Miranda e Rigoni viajam

Campeão paulista, o time caiu de produção e agora está mais perto da zona de rebaixamento do que do G-4 no Brasileirão. No último jogo antes de viajar para Buenos Aires, a equipe perdeu para o Fortaleza e interrompeu uma sequência de duas vitórias consecutivas.

O técnico Hernán Crespo também poupou seus principais jogadores e para este jogo decisivo deve ter a volta do zagueiro Miranda e do atacante Rigoni, recuperados de lesão muscular.

"Cada segundo é importante na recuperação dos jogadores, eles são muito importantes para o time. O São Paulo merece ser competitivo e vamos honrar todas as competições, dando o máximo, vamos lutar sempre para chegar no mais alto possível, mas não vai ser fácil, a realidade é essa, não quero mentir a ninguém. Todos sabem que a situação geral é difícil, mas estamos trabalhando para sair e para ter um futuro melhor", declarou o técnico Hernán Crespo.

Provável escalação do São Paulo: Volpi, Miranda (Bruno Alves), Arboleda e Léo; Igor Vinícius, Luan, Rodrigo Nestor, Igor Gomes (Benítez), Gabriel Sara (Pablo) e Wellington; Rigoni.

VAVEL Logo