Luxemburgo reclama da arbitragem por terceiro cartão amarelo: "Quero acreditar que não tenha nada"
Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Com o torcedor empurrando nas arquibancadas do Independência, o Cruzeiro lutou para sair de campo vitorioso diante do Botafogo, mas a falta de pontaria fez - 22 finalizações contra duas -  fez o resultado terminar em 0 a 0, em duelo válido pela 30ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Porém, o que mais chamou a atenção de Vanderlei Luxemburgo foi o cartão amarelo nos minutos finais. Pendurado, o técnico não poderá comandar o time contra o Avaí, na próxima sexta-feira.

"Tomei o terceiro cartão amarelo por conta da morosidade do time deles. Pra bater lateral, caíram no chão diversas vezes, ele deu cinco minutos, os caras ganharam mais oito a 10 minutos. Mandando voltar com a falta, voltar com lateral. Tomei o terceiro cartão amarelo, tomei um susto. Sabe por quê ele me deu o terceiro cartão amarelo? Ele sabia que eu já tinha o segundo e ia ficar fora do próximo jogo".

Luxemburgo demonstrou insatisfação com a escolha da arbitragem. Para ele, o cartão foi encomendado

"Tem que reclamar é do Gaciba. Presta atenção no que eu vou te falar, Gaciba. Você colocou um árbitro de Santa Catarina para apitar o jogo contra o Operário. Você lembra o que ele fez? Ele é VAR. Mexe com a câmera pra cá, mexe pra lá. Hoje você bota um juiz de Maceió para vir apitar aqui e conduzir o jogo da forma como ele conduziu. Morosidade, não deixando o time fluir, não deixando ter jogo de futebol. [...] Me deu cartão amarelo de graça, não ofendi, não xinguei, não fiz nada, estava reclamando da morosidade do time do Botafogo de colocar a bola em jogo que era uma coisa que ele tinha que ter advertido no primeiro tempo ainda. [...] Muito complicado Gaciba, eu quero entender isso. Quero acreditar que não tenha nada, mas atuação dele aqui, a maneira como me colocou pra fora, foi bem encomendada".

Em relação ao futebol, o comandante celeste  aprovou o desempenho dos seus comandados.

"Fábio não fez nenhuma defesa importante dentro do jogo. Conseguimos neutralizar as coisas que eles tinham fortes. Claro que no segundo tempo alguns contragolpes, a transição ofensiva deles foi mais facilitada por que nós nos expusemos mais um pouco. Mas tenho que dar os parabéns aos jogadores, jogamos um jogo passado muito bom, jogamos hoje, poderíamos ter ganho o jogo".

Além de Vanderlei Luxemburgo, o Cruzeiro não terá à disposição o volante Adriano e o meia Giovanni. Todos suspensos pelo acúmulo de cartões amarelos.

VAVEL Logo