Avaí marca no começo, vence fora de casa e manda Criciúma para lanterna do Catarinense

João Paulo marcou logo no começo da partida seu primeiro gol com a camisa do Leão, que volta a encostar nos líderes do Estadual; Tigre perdeu a quarta em seis rodadas e caiu para o último lugar

Avaí marca no começo, vence fora de casa e manda Criciúma para lanterna do Catarinense
Foto: Caio Marcelo/Criciúma EC
Criciúma
0 1
Avaí
Criciúma: Luiz; Carlos Eduardo (Luiz Fernando, min. 12/2ºt), Nuno, Ianson, Andrew; Barreto (Wallacer, min. 20/2ºt), Douglas Moreira, Alex Maranhão (Siloé, min. 31/2ºt), Élvis; João Paulo, Mailson. Técnico: Grizzo
Avaí: Kozlinski; Guga, Alemão, Betão, João Paulo; Judson; Maurinho (Alisson, min. 18/2ºt), André Moritz (Luanzinho, min. 23/2ºt), Martinuccio, Lourenço (Airton, min. 14/2ºt); Getúlio. Técnico: Claudinei Oliveira
Placar: 0-1, min. 2/1ºt, João Paulo
ÁRBITRO: Diego da Costa Cidral, auxiliado por Helton Nunes e Diogo Berndt. Amarelos: Nino, Carlos Eduardo, Douglas Moreira (CRI); Maurinho, André Moritz, Kozlinski, Getúlio (AVA). Vermelhos: Élvis (CRI); Getúlio (AVA)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 6ª rodada do Campeonato Catarinense 2018, no Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma, SC. Público total: 2.271 torcedores; Renda: R$ 40.480,00

Avaí viajou ao sul de Santa Catarina e venceu pela segunda vez consecutiva no Heriberto Hülse. João Paulo, com menos de dois do primeiro tempo, marcou o gol da vitória azurra sobre o Criciúma por 1 a 0, pela 6ª rodada do Campeonato Catarinense.

Com 10 pontos, o Avaí assume o 3º lugar, com a mesma pontuação da Chapecoense, mas atrás nos critérios de desempate. Já o Criciúma perdeu o quarto jogo em seis rodadas, e caiu para a última colocação entre os 10 times do Catarinense, com quatro pontos.

As duas equipes entram em campo na quarta-feira (7) pela primeira fase da Copa do Brasil. O Criciúma joga às 19h30 contra o São Caetano, no Anacleto Campanella, enquanto o Avaí visita o Ceilândia, às 16h, no Abadião, em Brasília. Já pelo Catarinense, o Tigre visita o Inter de Lages, no sábado (10), às 17h. O Leão recebe o Tubarão, na segunda-feira (12), às 16h. Jogos no horário brasileiro de verão.

João Paulo marca belo gol de falta no começo e Avaí segura pressão

Antes dos dois minutos de jogo em Criciúma, em falta sofrida por Getúlio, João Paulo cobrou de longe e Luiz chegou a tocar na bola, mas não evitou o primeiro gol do lateral-esquerdo com a camisa do Avaí em 46 jogos.

No restante da primeira etapa, o Avaí manteve uma postura mais conservadora e o Criciúma teve mais posse de bola e mais chances para buscar o resultado. Aos 13, em cruzamento de Carlos Eduardo, Mailson apareceu na segunda trave para finalizar de cabeça, mas parou na trave. No minuto seguinte, após troca de passes, Élvis ajeitou e Alex Maranhão arriscou de fora da área, mas mandou por cima.

Muito acionado pelo lado direito, Carlos Eduardo foi uma das principais  válvulas de escape do Tigre na primeira etapa. Aos 19, cruzou da direita e João Paulo subiu no meio dos zagueiros, mas cabeceou por cima do gol. Sete minutos depois, depois de dividida na entrada da área, Moritz afastou para frente, Mailson ficou com o rebote e finalizou, mas Kozlinski segurou firme.

O Avaí só voltou a assustar aos 28, na bola parada. Em cobrança de escanteio de Maurinho na primeira trave, Alemão desviou de cabeça e mandou muito perto do travessão. Enquanto isso, o Criciúma continuou chegando com muito perigo. Aos 34, Douglas Moreira limpou a marcação da entrada da área e arriscou, mas a bola explodiu na trave direita.

Na reta final, foi o contestado arqueiro avaiano quem segurou o resultado para o Leão. Aos 42, após jogada pela direita, Barreto recebeu de Mailson, cruzou fechado e João Paulo finalizou, mas Kozlinski defendeu e na sequência a zaga afastou da pequena área. No minuto seguinte, Carlos Eduardo bateu falta de longe e mandou perto do ângulo, mas o goleiro do Avaí apareceu mais uma vez para evitar o empate e manter o 1 a 0 para o intervalo no Heriberto Hülse.

Duas expulsões e poucas chances: Leão garante vitória

Assim como no primeiro tempo, o Avaí chegou com muito perigo logo no começo da segunda etapa. André Moritz recebeu de Maurinho dentro da área, girou para cima da marcação e bateu forte, mas dessa vez Luiz espalmou.

Já aos 10, em arrancada pela esquerda, Élvis abriu os braços no rosto de Martinuccio, o árbitro interpretou como agressão e expulsou o meia do Tigre. A expulsão deixou o Avaí com mais posse de bola e o Criciúma, com menos um para atacar, criou pouco enquanto esteve em desvantagem numérica.

O Avaí quase ampliou aos 21. Em jogada pela esquerda, Alisson recebeu dentro da área e cruzou para Getúlio, que antecipou o zagueiro e finalizou no canto, mas à direita do gol. A partida voltou a mudar aos 8. Getúlio tentou dividir com Andrew na saída de bola do Criciúma e não encostou, mas, por conta da queda do jogador do Tigre, o árbitro aplicou o segundo amarelo ao atacante do Leão, que foi expulso.

A partir da expulsão do atacante avaiano, o Criciúma voltou a pressionar e as alterações do técnico Grizzo foram importantes para a criação de chances dos mandantes. Aos 32, Luiz Fernando avançou pela esquerda, passou por Guga e bateu forte, mas Kozlinski espalmou. Na sequência, Siloé finalizou com espaço, mas a zaga do Avaí interceptou no meio do caminho.

Aos 39, Wallacer recebeu de Mailson à esquerda da área e bateu colocado, mandando perigosamente perto da trave do Avaí. Na reta final, o Criciúma tentou assustar com cruzamentos para a área, mas o Leão se segurou e garantiu mais uma vitória fora de casa.