Campeonato Mineiro de 2018: tudo o que você precisa saber sobre Cruzeiro x América-MG

Equipes duelam neste domingo, às 17h, no Mineirão, pela quinta rodada do Estadual

Campeonato Mineiro de 2018: tudo o que você precisa saber sobre Cruzeiro x América-MG
Fotos: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro e Mourão Panda/América-MG / Fotomontagem: Isabelly Morais/VAVEL Brasil
Cruzeiro
América-MG

Após quase 300 dias, Cruzeiro e América-MG vão voltar a se enfrentar. Como as equipes disputaram divisões diferentes do Brasileirão em 2017, o último duelo entre Raposa e Coelho foi em 23 de abril, no Campeonato Mineiro. Pela mesma competição, os times jogam na tarde deste domingo (4), às 17h, no Mineirão.

O clássico, válido pela quinta rodada do Estadual, será de casa cheia. Mais de 50 mil torcedores já garantiram entradas para o jogo, o que já é um novo recorde para Cruzeiro x América no "novo Mineirão". Até então, o maior público desse duelo no Gigante da Pampulha desde sua reabertura era de pouco mais de 35 mil torcedores - semifinal do Campeonato Mineiro de 2016.

O que vale?

Nada mais, nada menos que a liderança do Campeonato Mineiro, já que Cruzeiro e América estão na ponta do Estadual. Com dez pontos cada um, o desempate ficou com o saldo de gols, maior pelo lado celeste: 7 a 4. As campanhas dos rivais deste domingo são bem parecidas, com três vitórias, um empate e nenhuma derrota.

O duelo no Mineirão vai marcar ainda o encontro de dois campeões nacionais em 2017, uma vez que o Cruzeiro venceu a Copa do Brasil, e o América, a Série B. Os dois times vêm de triunfos no Mineiro e embalados por uma nova vitória. A Raposa bateu o Tombense fora de casa por 2 a 1, ao passo que o Coelho recebeu o Boa Esporte e venceu o time de Varginha pelo placar simples de 1 a 0.

|| CRUZEIRO

Técnico: Mano Menezes

Foto: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

O Cruzeiro já deu o seu recado: quer voltar a vencer o Mineiro após quatro anos. A Raposa não levanta a taça do Estadual desde 2014 e por isso quer espantar logo essa seca. Diante do Coelho, terá a baixa de alguns atletas, sendo o principal deles o meia Thiago Neves. Fora das quatro linhas, no entanto, um grande reforço: é esperado um público próximo de 60 mil no Gigante da Pampulha para o clássico - a carga celeste de 52 mil já foi toda adquirida, restando as vendas de Minas Arena e América.

- Fique de olho: Rafinha
Artilheiro do Cruzeiro no Campeonato Mineiro com quatro gols, Rafinha vem surpreendendo pelo ótimo começo de temporada. O meia marcou contra Tupi, Uberlândia (2) e Tombense, passando em branco apenas contra a Caldense - empate em 0 a 0 fora de casa.

- Desfalques: Thiago Neves (desconforto muscular), Manoel (desconforto muscular), Ezequiel (recuperação de cirurgia), David (recuperação de lesão grau 3 na coxa), Sassá (recuperação de lesão o joelho) e Dedé (transição).

- Pendurados: Robinho.

- Provável escalação:  Fábio; Edilson, Léo, Murilo e Egidio; Henrique, Ariel Cabral, Robinho, Rafinha, Arrascaeta e Fred.

|| AMÉRICA-MG

Técnico: Enderson Moreira

Foto: Mourão Panda/América-MG

Com uma campanha idêntica à trajetória do Cruzeiro, o América também está invicto no Mineiro. A equipe chega com força máxima no clássico e muito diferente da que enfrentou a Raposa há cerca de um ano. As "figurinhas repetidas" podem ficar por conta apenas de João Ricardo, Messias, Rafael Lima, Renan Oliveira e Gerson Magrão, já que os outros deixaram o time ou não estão aptos. A única baixa fica com Juninho, ao passo que João Ricardo voltou a tempo de atuar.

- Fique de olho: Rafael Moura
Em busca de seu primeiro gol com a camisa alviverde, o atacante Rafael Moura ainda não marcou pelo América. Contratado para esta temporada, o jogador veio para ser o principal nome do ataque do Coelho e já anotou dez tentos em sua carreira contra a Raposa. 

- Desfalques: Juninho (estiramento na panturrilha esquerda).

- Pendurados: nenhum.

- Provável escalação: João Ricardo; Norberto, Rafael Lima, Messias e Carlinhos; Zé Ricardo, Matheus Sales e Renan Oliveira (Serginho); Aylon, Luan e Rafael Moura.

Números do confronto

O retrospecto entre Cruzeiro e América e favorável ao time celeste. As equipes já se enfrentaram 363 vezes, com 152 vitórias da Raposa, 110 empates e 101 triunfos do Coelho. O time estrelado marcou 645 gols, enquanto o clube alviverde anotou 521 tentos.

Arbitragem

O clássico será apitado  por Wanderson Alves de Souza, que terá como auxiliares Guilherme Camilo Dias e Felipe Alan Costa Oliveira