Givanildo Oliveira se mostra animado com possibilidade de acesso do Náutico: "Nós podemos"

Técnico alvirrubro elogiou o desempenho dos atletas contra o Tupi e espera a mesma motivação dos atletas contra o Oeste

Givanildo Oliveira se mostra animado com possibilidade de acesso do Náutico: "Nós podemos"
Foto: Ney Gusmão/VAVEL Brasil

Após a vitória do Náutico sobre o Tupi pelo placar de 4 a 1, fundamental para as pretensões do clube para a conquista de uma das quatro vagas de acesso na Série B do Campeonato Brasileiro 2016, o técnico Givanildo Oliveira concedeu entrevista coletiva ressaltando a importância do resultado e exaltando o empenho dos atletas para que conseguissem uma vantagem elástica no marcador e garantissem os três pontos.

A semana até o jogo contra o Oeste será de muita alegria no Náutico porque estamos vivos na briga pelo acesso à Série A. Vamos trabalhar firmes em busca de mais uma vitória na competição e ver o que acontece na rodada final da Série B. Se a gente subir não tem valor que pague essa alegria para mim. Se não conquistássemos a vitória não teríamos mais chances e a volta ao trabalho só seria na quarta-feira”, comemorou o treinador alvirrubro.

Apesar da alegria evidente, Givanildo lembrou de alguns períodos de displicência dos atletas, principalmente durante a segunda etapa. “Nós só conseguimos dar um chute a gol no segundo tempo aos quinze minutos. Não conseguimos chegar. Felizmente o jogo caminhou para o nosso lado, nós fizemos o terceiro gol, e para eles com menos um ficaria muito mais difícil. Aproveitamos o momento e conseguimos fazer o quarto gol para nos dar muito mais moral”, comentou.

O comandante timbu também elogiou o desempenho do meia Esquerdinha, destaque da partida. “Eu comecei o trabalho aqui com mais da metade do campeonato. Mas o Esquerdinha já havia sido meu jogador no ABC. Depois foi para o Goiás, continuei acompanhando. Ele joga bem pelos lados ou por dentro. E hoje ele teve a oportunidade por problemas de contusão, jogou bem, ajudou muito, e no final teve cãibra, o que é natural por não estar numa sequência de jogos”, afirmou Givanildo.

Ao ser perguntado sobre a motivação dos atletas para a decisão contra o Oeste, no qual a vitória é essencial, o técnico foi enfático. “Vou lembrar a eles que tivemos seis vitórias seguidas na competição. Eles têm que lembrar que nós podemos. Temos que entrar como se fosse uma decisão. Estou acostumado a disputar a série B e sei que é difícil ter uma sequência de vitórias dessa, mas é possível”, lembrou.