Copinha VAVEL: o que esperar do São Paulo na Copa SP de 2018

Os meninos de Cotia são conhecidos por serem destaque na Copinha, será que esse ano continuará assim?

Copinha VAVEL: o que esperar do São Paulo na Copa SP de 2018
Na foto o meia Igor Gomes - Foto: Igor Amorim / São Paulo FC

O que não é novidade pra ninguém é que a Copinha é fundamental para a descoberta de craques, para ditar quem será chamado para o time principal e quem não.

A base São Paulina, ou “Os meninos de Cotia”, são bastante conhecidos por sempre renderem, ou seja, são grandes talentos que saem de Cotia e conquistam o mundo. Exemplo de jovens de Cotia são Lucas, hoje no PSG, Casemiro do Real Madrid, Rodrigo Caio que ainda joga no Tricolor Paulista.

Com essa boa reputação, todos os anos no torneio, ficamos de olho na base, não só do Tricolor, mas de todas as equipes, para poder ver quem serão as surpresas, quem poderá despontar e quem, por fim, ganhará vaga na equipe principal.

Listamos então alguns dos possíveis nomes que poderão se destacar na equipe do Morumbi

Bissoli

Guilherme Bissoli, de 19 anos, nasceu em Jaú, interior de São Paulo, e é atacante da equipe sub-20 Tricolor.

O garoto já teve oportunidades na equipe principal. Aos comandos de Dorival Junior o atleta entrou no lugar de Brenner na partida contra o Bahia, na última rodada do Campeonato Brasileiro e teve algumas boas oportunidades, apesar de jogar só os 10 minutos finais.

Apesar da chance já obtida, o jogador vê na Copinha a chance de se firmar e ser utilizado recorrentemente na equipe principal.

Gabriel Sara

Assim como Bissoli, Gabriel também teve sua chance na equipe principal, na mesma partida diante do Bahia, o jovem jogador, entrou no lugar de Marcos Guilherme. Porém, conquistar a vaga fixa na equipe principal, depende de bom desempenho na Copa São Paulo 2018.

O meia de 18 anos, veio de Joinville, Santa Catarina sabe que está na mira de Dorival e que só depende dele para conseguir seu espaço

Igor Gomes

Igor ainda não teve oportunidade de jogo na equipe principal, porém já conseguiu participar de alguns treinos na Barra Funda. O meia de 18 anos é muito comparado com um velho conhecido do torcedor São Paulino, o Kaká.

Ambos são comparados pela maneira de jogar, pela posição e até por semelhanças físicas. Porém, Igor é enfático ao dizer que Kaká já escreveu a história dele e Igor quer fazer sua própria história.

O atleta iniciou sua carreira no São Paulo com 11 anos de idade, justamente em 2010, ano em que o Tricolor conseguiu o último título da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Walce

Walce é zagueiro, tem 18 anos e foi destaque na equipe de Jardine durante o ano de 2017. O zagueiro está empatado com Gabriel Sara e Gabriel Novaes em números de gol, são 3. Para o defensor, dois de cabeça e um de falta.

As cobranças de falta de Walce que chamam atenção, ele é bom nas cobranças e continua treinando para se aprimorar. Apesar do bom futebol, o defensor diz não ter pressa para ir ao time principal.

Apesar de ainda terem idade para jogar a Copinha, a equipe de Jardine será desfalcada por alguns atletas, é o caso de Brenner, Shaylon e Paulo Bóia, já que os três já jogam com certa frequência na equipe principal. Shaylon inclusive disputava a Copa São Paulo 2017, quando Rogério Ceni pediu para que o meia fosse defender a equipe principal. Deste então, Shaylon se firmou entre os principais.