Reinaldo Lenis brilha e Sport quebra jejum de 28 anos contra Bahia

Com boa atuação do colombiano e superior na partida, Leão volta a vencer Esquadrão de Aço em Salvador após quase três décadas

Reinaldo Lenis brilha e Sport quebra jejum de 28 anos contra Bahia
Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia
Bahia
1 3
Sport
Bahia: Jean; Régis Souza (Juninho, intervalo), Tiago, Lucas Fonseca e Matheus Reis; Matheus Sales, Renê Júnior, Zé Rafael, Régis (Vinícius, min. 66) e Mendoza (Ferrareis, min. 66); Rodrigão. Técnico: Jorginho
Sport: Magrão; Raul Prata, Ronaldo Alves, Henríquez e Mena; Patrick, Rodrigo (Fabrício, min. 75) e Everton Felipe; Reinaldo Lenis, Juninho (Índio, min. 72) e Thomás (Sander, min. 69). Técnico: Vanderlei Luxemburgo
Placar: 0-1, min. 18, Everton Felipe; 1-1, min. 58, Rodrigão; 1-2, min. 65, Ronaldo Alves; 1-3, min. 91, Reinaldo Lenis
ÁRBITRO: Elmo Resende Alves Cunha (GO). Cartões amarelos: Juninho (Sport, min. 48), Patrick (min. 54), Ronaldo Alves (min. 61), Thomás (min. 68), Vinícius (min. 70), Rodrigão (min. 71), Henríquez (min. 83) e Reinaldo Lenis (min. 92)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro 2017, disputada na Arena Fonte Nova, em Salvador, na Bahia

Motivado pela classificação às oitavas de final da Copa Sul-Americana, o Sport não se intimidou ao visitar o Bahia neste domingo (30). Na 17ª rodada do Campeonato Brasileiro 2017, o Leão quebrou jejum de 28 anos vencendo por 3 a 1, com gols de Everton Felipe, Ronaldo Alves e Reinaldo Lenis; Rodrigão descontou.

Com a primeira vitória sobre o Esquadrão de Aço como visitante após quase três décadas, os rubro-negros chegam aos 27 pontos e seguem na 6ª posição. Os tricolores, por sua vez, continuam na 14ª colocação e permanecem com os mesmos 19 pontos ganhos, mas mantidos a dois do Z-4.

Os times voltam a campo, pela 18ª rodada do Brasileiro, já nesse meio de semana. Os pernambucanos vão enfrentar o Fluminense na Ilha do Retiro na quarta-feira (2), às 19h30, enquanto que os baianos visitarão a Chapecoense na Arena Condá, em Chapecó, no mesmo dia e horário dos rivais.

Sport é superior e sai em boa vantagem

Detendo tabu histórico como mandante no confronto, o Bahia tentou usar sua força máxima contra o desfalcado Sport. Ainda assim, não foi criativo e, no contra-ataque, viu os visitantes demonstrarem qualidade e saírem em vantagem. Mendoza se atrapalhou sozinho e Rodrigo deu passe para Reinaldo Lenis, que fez a jogada na linha de fundo e rolou a bola na entrada da área. Everton Felipe apareceu livre e, de primeira, estufou o barbante.

Mantendo a intensidade no ataque, o Leão não abdicou mesmo com o resultado positivo e seguiu visando ampliar o placar. Em outro contra-ataque veloz, foi a vez de Everton servir Lenis. O colombiano disparou e saiu de frente para Jean, mas finalizou sem força e o goleiro interveio sem problemas.

Leão é mais eficiente nas finalizações e sai em vantagem (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)
Leão é mais eficiente nas finalizações e sai em vantagem no primeiro tempo (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Mesmo com menos posse de bola, os leoninos souberam se impor em campo e mantiveram melhor postura. Chegando com perigo, tiveram a oportunidade de marcar pela segunda vez no duelo. Juninho apareceu em liberdade pela esquerda, puxou para o meio e aproveitou o espaço dado, arrematando próximo à trave direita.

Nos minutos finais, o Esquadrão mostrou que não iria se entregar e foi atrás do prejuízo para minimizar as críticas dos torcedores. Após falta na pequena área, a defesa rubro-negra não afastou o perigo e a sobra caiu com Renê Júnior. O volante do Tricolor de Aço tentou de bicicleta e Magrão não teve dificuldades para defender.

Bahia assusta, mas Leão consolida triunfo

Em desvantagem, Jorginho admitiu os erros ofensivos de sua equipe e tentou dar novo gás e mais qualidade. Indo para cima a todo custo, os donos da casa tiveram uma boa oportunidade de igualar o placar ante sua torcida. Régis cruzou na área, Rodrigão não alcançou e o rebote foi para Zé Rafael, que dominou e emendou de esquerda, porém Magrão fez um milagre.

No minuto seguinte, os visitantes mostraram que estavam bem dentro das quatro linhas e também obrigaram o goleiro adversário a intervir. Everton Felipe recebeu passe na intermediária, girou ante a marcação e tentou bater tirando do alcance de Jean. O camisa 1 tricolor, contudo, tirou com a ponta dos dedos.

Apesar das boas chances apresentadas pelas equipes, os anfitriões se impuseram e conseguiram deixar tudo igual no marcador, deixando o público em festa na Arena. Matheus Sales levantou na pequena área e Rodrigão, aproveitando falha de Ronaldo Alves, desviou para o canto e não deu possibilidade de defesa ao arqueiro.

Rubro-negros mantém boa postura e consolidam mais uma vitória (Foto:)
Rubro-negros mantém boa postura sobre tricolor e consolidam nova vitória (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Mesmo com o Esquadrão deixando o panorama em aberto, o Leão foi para cima e voltou a ficar em vantagem, frustrando os baianos. Depois de escanteio cobrado, a sobra ficou na direita com Reinaldo Lenis, que finalizou cruzado e o zagueiro Ronaldo Alves, aparecendo no meio da área, completou para o gol.

Dominando o jogo e aproveitando os descuidos cedidos pelo rival fora de seus domínios, os leoninos tiveram um bom momento para fechar o caixão. Autor do primeiro tento, Everton Felipe deixou o jovem Índio de frente para o goleiro. Antes, no entanto, Renê Júnior tentou cortar e quase mandou contra seu próprio patrimônio, acertando a trave.

Na reta final do embate, os rubro-negros seguiram pressionando e em dois bons momentos conseguiram sacramentar a vitória longe de casa para delírio da torcida presente. No primeiro, entretanto, Everton ficou de cara para o arqueiro dos mandantes e falhou no arremate. Depois, nos acréscimos, o camisa 97 virou garçom e aproveitou a saída errada do Bahia para servir Lenis, que estufou a rede fechando o placar.


Share on Facebook