Ex-OL dos Dolphins, Jonathan Martin é preso por ameaças via Instagram e se diz inocente

O ex-jogador do Miami Dolphins, Jonathan Martin, vem enfrentando acusações depois de publicar ameaças em sua conta no Instagram. O offensive tackle de 28 anos foi detido e levado para interrogatório em 23 de fevereiro, após publicar uma imagem ameaçadora na rede social, dizendo: "Quando você é vítima de um valentão e um covarde, suas opções são suicídio ou vingança".

Jonathan Martin foi vítima de bullying nos vestiários enquanto jogava em Miami, e os principais encrenqueiros eram os colegas de linha ofensiva Richie Incognito, hoje no Buffalo Bills, e Mike Pouncey, dispensado recentemente pelo time, novo jogador do Los Angeles Chargers. Martin acusou os companheiros de intimidá-lo em 2013, fato que deu origem a uma investigação da NFL que descobriu que Incognito, Pouncey e John Jerry, atualmente no New York Giants e também ex-linha ofensiva dos Dolphins, criaram um ambiente de trabalho hostil para o jogador e outros funcionários da franquia. Martin deixou o time no meio da temporada e não joga na liga desde 2015. Semanas depois de se aposentar, postou uma longa mensagem no Facebook explicando que sofria de depressão e tentou se matar em várias ocasiões.

Na publicação, munição e uma espingarda apareciam e, ainda, quatro perfis eram mencionados, incluindo as contas dos ex-companheiros Incognito e Pouncey. Também usou hashtags para marcar o colégio Harvard-Westlake, onde estudou em Los Angeles, e o Miami Dolphins. Outra pessoa marcada na foto foi James Dunleavy, filho do ex-técnico da NBA, Mike Dunleavy, e jogador de basquete de USC, que foi colega de Martin no colégio.

A Harvard-Westlake School suspendeu suas atividades por um dia logo após o post no Instagram e entrou com uma ordem de restrição de prevenção de violência no local de trabalho contra Jonathan Martin, em 1º de março. Uma autoridade disse à emissora KABC-TV, de Los Angeles, que o atleta estava internado em uma instituição de saúde mental desde o início do mês.

O jogador deve ser julgado novamente em 25 de abril em uma audiência preliminar. Caso condenado como acusado, pode pegar até seis anos de prisão.

Jonathan Martin foi aluno de Stanford e escolhido na segunda rodada do draft de 2012 pelo Miami Dolphins, onde ficou até 2013. Ainda jogou no San Francisco 49ers, em 2014, e fez parte do practice squad do Carolina Panthers em 2015, antes de se retirar da NFL.

VAVEL Logo