Em rodada recheada de lesões, Nick Bosa e Saquon Barkley estão fora da temporada
Nick Bosa, DE dos 49ers | Foto: Divulgação/San Francisco 49ers

A segunda rodada da National Football League (NFL), disputada neste fim de semana, foi destacada pelo lado negativo e preocupante de cada pessoa envolvida no futebol americano. Inúmeros jogadores tiveram lesões diagnosticadas e irão desfalcar as respectivas franquias, por semanas ou até mesmo pela temporada inteira. Duas das lesões mais destacadas e sérias foram acometidas por dois jovens talentos ofensivos da liga. Respectivamente segundas escolhas nos Drafts de 2018 e 2019, o running back do New York Giants Saquon Barkley e o defensive end do San Francisco 49ers Nick Bosa sofreram ruptura do ligamento cruzado anterior do joelho e só voltam a jogar no segundo semestre de 2021.

Na derrota dos Giants ante o Chicago Bears por 17 a 13, Saquon Barkley sofreu uma grave lesão ainda no primeiro tempo, quando os Bears venciam com boa vantagem. Após exames feitos, foi diagnosticada a ruptura do ligamento cruzado anterior do joelho direito do running back, além de lesão parcial no menisco e uma distensão no ligamento colateral medial. Com isso, o departamento médico da franquia de New York informou que essas inflamações precisam ser curadas para que o procedimento cirúrgico seja feito, o que deve ocorrer entre duas a quatro semanas. Para substituir o jogador, a diretoria convidou Devonta Freeman para um trabalho de uma semana a fim de defini-lo ou não como atleta da franquia.

Saquon Barkley momentos antes da lesão sofrida no jogo contra Chicago Bears | Foto: Matthew Swensen/New York Football Giants
Saquon Barkley momentos antes da lesão sofrida no jogo contra Chicago Bears | Foto: Matthew Swensen/New York Football Giants

Por sua vez, as lesões dos jogadores dos 49ers não interferiram no resultado da partida contra New York Jets, vencida pelos californianos por 31 a 13 no MetLife Stadium. Mas a ausência de Nick Bosa pelo restante da temporada pode comprometer bastante o desempenho da franquia na sequência da competição. Após ressonância magnética realizada nesta segunda-feira (21), ficou constatada a ruptura no ligamento cruzado anterior do joelho, como era a expectativa do próprio técnico Kyle Shanahan. Escolhido como o calouro defensivo de 2019 e selecionado no 17º lugar do Top 100 da temporada passada, Bosa acumulou nas duas primeiras partidas de 2020 seis tackles e um fumble forçado.

O próprio San Francisco 49ers teve mais dois jogadores lesionados no confronto diante dos Jets. Outro defensive end, Solomon Thomas também sofreu o mesmo problema de Nick Bosa e também não joga mais na temporada. O quarterback Jimmy Garoppolo saiu com dores no tornozelo, mas não foi estabelecido nenhum prazo de recuperação por enquanto, com grande possibilidade do quadro ser avaliado diariamente.

Além dos problemas no 49ers, o safety Malik Hooker teve sua quarta temporada como jogador profissional encerrada com problemas no tendão de Aquiles. A carreira do atleta do Indianapolis Colts segue recheada de lesões, como ocorreu em 2017, quando rompeu os ligamentos colateral medial e cruzado anterior em sua primeira temporada na NFL. Nos Colts, o wide receiver Parris Campbell sofreu lesões nos ligamentos cruzado posterior e colateral medial. Embora o prazo de recuperação permaneça indefinido, certamente o camisa 15 irá desfalcar alguns jogos.

QB dos Broncos, Drew Lock sentiu dores no ombro na derrota pelo Pittsburgh Steelers | Foto: Ben Swanson/Denver Broncos
QB dos Broncos, Drew Lock sentiu dores no ombro na derrota pelo Pittsburgh Steelers | Foto: Ben Swanson/Denver Broncos

No Denver Broncos, dois jogadores se lesionaram e se tornam desfalques para as próximas rodadas. O quarterback Drew Lock sentiu dores no ombro e a previsão de retorno pelo técnico Vic Fangio está entre três e cinco semanas, o que se pode cravar que o jovem destaque não deve voltar na metade inicial da temporada. Durante o período que esteve em campo na atual temporada, são 18 de 34 passes completos para 256 jardas, dois touchdowns e uma interceptação. Na franquia do Colorado, o defensive end Dre’Mont Jones sofreu lesão no ligamento e no joelho e deve ficar de 30 a 45 dias fora dos gramados. Não teve a mesma "sorte" o wide receiver Courtland Sutton, lesionado no ligamento cruzado anterior e fora da temporada.

No Carolina Panthers, o running back Christian McCaffrey ficará ausente entre quatro a seis semanas por causa de uma lesão no tornozelo. No Minnesota Vikings, quem não joga mais no ano é o offensive tackle Anthony Barr com lesão no músculo peitoral. No Seattle Seahawks, linebacker Bruce Irwin também lesionou o ligamento cruzado anterior e o defensive back Marquise Blair tem a expectativa de estar fora da temporada após lesão no joelho. Ao todo, 24 jogadores se lesionaram na tenebrosa semana #2 da NFL.

VAVEL Logo