Verstappen e Perez trocam as pistas pelas águas em ação da
Oracle na SailGP
Foto: Divulgação Oracle

A dupla de pilotos da Oracle Red Bull Racing na Fórmula 1, Max Verstappen e Sérgio Pérez, trocaram seus monopostos e as pistas pelos Catamarãs F50 e as águas da Riviera Francesa, em uma ação da Oracle junto com a SailGP, competição de vela mais rápida do mundo.

Os dois pilotos da equipe de F1 juntaram-se ao piloto da U.S. SailGP Team e também atleta da marca Red Bull, Jimmy Spithill, e participaram da disputa contra-relógio, demonstrando suas habilidades para conduzir o F50.

Vindo de uma vitória em casa diante de sua fanática torcida holandesa, o atual campeão mundial de Fórmula 1 Max Verstappen alternou no comando do F50 da U.S. SailGP Team com seu companheiro de equipe, Sérgio Pérez, mas antes ambos observaram a disputa entre Spithill e o bicampeão da SailGP, o australiano Tom Slingsby.

“Acho que quando lhes disseram que iriam entrar na água, eles não esperavam esses barcos. Eles certamente olharam para eles com um pouco de choque porque os barcos se parecem mais com uma aeronave. Acho que eles ficaram impressionados com a tecnologia”, comentou Spithill.

Tanto o SailGP quanto a Oracle Red Bull Racing contam com o desempenho do Oracle Cloud Infrastructure para fornecer a eles análises de dados que aprimoram as estratégias de corrida e ajudam as equipes a tomar decisões mais informadas em frações de segundo. A estratégia baseada em dados da Oracle Red Bull Racing tem sido um componente-chave do sucesso da equipe na pista este ano.

“Embora eles estejam na estrada e nós na água, a única coisa que compartilhamos é como os dois esportes são orientados por dados e o quanto os atletas confiam na tomada de decisões e no uso desses dados. É simplesmente fundamental. Se você olhar para as estratégias – como tomamos decisões na água, como eles tomam decisões em uma pista de corrida – estudamos os dados com afinco, os usamos em tempo real e há muito deles, mas ambos temos muita sorte de temos um parceiro como a Oracle que nos dá esse tipo de vantagem competitiva”, completou o SEO da equipe U.S. SailGP Team.

Verstappen ficou impressionado com os F50 da SailGP e com a tecnologia utilizada nos barcos: “Tive uma experiência incrível, nunca tinha feito nada parecido. Fazemos muitas coisas muito legais na Red Bull e essa é definitivamente uma delas. O SailGP é extremamente profissional, e os barcos de corrida são muito maiores do que o esperado, foi impressionante ver a aerodinâmica e os foils. Foi muito interessante ouvir toda a equipa se comunicar no barco, já que quando estou no carro só me comunico com uma pessoa.”

“Também fomos ao Oracle Insights Center e a única coisa que realmente me interessou no SailGP é que todos os dados estão disponíveis para todos. E, claro, em nosso esporte, isso não é permitido e não é possível, mas ainda assim você tem muitas informações para fazer as escolhas certas e as estratégias.”

Pérez também se impressionou com o que encontrou na SailGP: “Ter essa oportunidade de experimentar um novo esporte hoje foi incrível, foi algo único. Estamos fazendo algumas corridas, mas não na pista – na água. Como todo esporte, quando você o vê de fora, é tão diferente quando você realmente entra nele. É tão impressionante, tenho muita admiração pelo que esses caras fazem. Estou muito curioso sobre isso, como a equipe usa os dados e, claro, a tecnologia – é ótimo aprender sobre outros esportes.”

As equipes SailGP e Oracle Red Bull Racing se reunirão no Oracle CloudWorld entre os dias 17 e 20 de outubro em Las Vegas para mostrar como o Oracle Cloud Infrastructure oferece uma vantagem competitiva, a qual tornou o SailGP a competição de vela mais emocionante do mundo e impulsionou a liderança da Oracle Red Bull Racing na classificação do Mundial de Construtores de Fórmula 1 desta temporada.

VAVEL Logo