Equipes se preparam para o European Le Mans Series
2014 com novas equipes e novas provas (Foto: ELMS)

A European Le Mans Series teve altos e baixos nos últimos anos. Do cancelamento de provas em 2012 a uma “nova vida” em 2013 com equipes se reestruturando e provas com menos horas de duração, seguindo os moldes da extinta ALMS. Deu certo e para 2014 os prognósticos são favoráveis. As provas terão um aumento de 3 para 4 horas de duração e a quantidade de equipes e fabricantes será considerável. O site Endurance.Info fez um apanhado das equipes que devem competir este ano.

Classe LMP2

Sete equipes competiram na temporada 2013, e esse número deverá ultrapassar dez este ano. A temporada de 2014 vai ver nada menos que cinco chassis diferente (Oreca, Morgan, Zytek, Tiga, HPD, além da Oreca Alpine). Além disso, um sexto chassi poderia correr no final da temporada como preparação para 2015.

Defendendo seu título, os campeões da classe LMP2 a equipe Signatech-Alpine são esperados com seu A450. Além da série europeia a equipe é esperada no mundial de Endurance. Seus principais adversários a TDS Racing, deve continuar com o Oreca 03, e por enquanto o único piloto confirmado é Pierre Thiriet.

A Jota Sport já anunciou a sua intenção de retornar com o Zytek Z11SN Nissan, com o piloto Simon Dolan confirmado, já Oliver Turvey, deve ser visto no WEC, embora o ELMS também está seus planos, principalmente a confirmação por parte de patrocínios. Um segundo Zytek-Nissan também poderia estar no grid pelas mãos da Greaves Motorsport. Jacob Greaves dono da equipe está estudando esta possível volta.

A Murphy Prototypes planeja continuar o seu programa com o Oreca 03, mas sem Brendon Hartley, que se tornou um piloto da Porsche em seu programa LMP1. Jonathan Hirschi, que dirigiu em algumas corridas com a equipe irlandesa no ano passado, poderia continuar na equipe. Com mais garantias de volta a belga Boutsen Ginon Racing também espera voltar com o seu Oreca 03. A equipe liderada por Laine Olivier tem como objetivo alinhar durante toda a temporada.

Já a Race Performance experimentou altos e baixos em 2013, mas Michel Frey dono da equipe já declarou que os problemas foram superados. O suíço revelou que está trabalhando em um programa com dois carros, sendo um deles em dupla com gentleman drives.

A única equipe que competiu com chassi Morgan 2013, Morand Racing já confirmou sua participação porém sem revelar pilotos. Christian Klien, que pilotou nas últimas etapas deve ser um dos escolhidos.

Haverá pelo menos um segundo chassis OnRoak Automotive adquirido pela Pegasus Racing confirmou esta semana que vai alinhar um Morgan-Nissan para Julien Schell, Niki Leutwiler e um terceiro a ser confirmado.

Woodard Racing Organisaton optou por comprar um novo HPD ARX-03b, que terá Johnny Mowlem como um dos pilotos confirmados. A equipe liderada Daniel Woodard irá partilhar o carro entre o ELMS e a Asian Le Mans Series.

Depois de tomar um ano sabático na classe, Sebastien Loeb Racing voltar com o seu Oreca 03. Vários pilotos realizaram testes em Navarra na Espanha com Leo Thomas, Sacha Bottemanne, Kevin Estre, Jean-Karl Vernay, Andi Zuber e Oliver Webb.

A grande novidade para 2014 será a Tiga LM214, com base no WFR-01 da equipe Embassy Racing. O modelo é criação de Mike Newto

Já a classe LMPC que será substituída pela LMP3 em 2015, até o momento não tem nenhuma equipe confirmada.

Classe GTE

O campeonato vai perder as duas Ferrari da Ram Racing que vão competir no WEC. O único representante do fabricante italiano confirmado é a 458 Itália da equipe SOFREV-ASP, que terá Anthony Pons, Soheil Ayari e Fabien Barthez.

O futuro do programa da IMSA Performance Matmut no WEC parece incerto, o que significa que é uma aposta segura que a equipe voltaria para o ELMS a fim de garantir um convite para as 24 Horas de Le Mans. Outra que compete com Porsche e não tem nada definido é a Proton Competition, está em definição se compete no WEC ou ELMS, mesma situação com a ProSpeed ​​Competition, que está avaliando ambas as séries

A novidade é a chegada da Crubile Sport, que adquiriu o Porsche 911 da Paul Miller Racing. Os pilotos Sebastien Crubile, Emmanuel Collard e François Perrodo, já foram confirmados.

No campo das possibilidades figuram pelo menos uma Ferrari da equipe AF Corse e Kessel Racing, que ainda não tiveram seus planos totalmente finalizados. Além disso, estão em curso discussões de um possível time deve competir com um Corvette C6.R, porém sem nomes confirmados.

Um programa envolvendo a Aston Martin Racing também não foi descartado segundo Roald Goethe que está à frente do projeto. Já a JMW Motorsports depende de recursos e pilotos para definir seu programa.

Classe GTC

Inicialmente a classe foi criada para “encher” o grid, mas o que se viu foi um grande interesse, e o crescimento para 2014 é evidente.

AF Corse(Ferrari 458 Itália GT3) e Ecurie Ecosse (BMW Z4 GT3), as duas únicas equipes que competiram em todas as etapas do ano todo o campeonato no ano passado, vai continuar em 2014, assim como SMP Racing, que irá defender o seu título da classe, com suas Ferrari, além de competir no WEC com um LMP2.

A equipe SOFREV-ASP já confirmou a sua presença com duas Ferrari, enquanto Pro GT by Almeras vai colocar em campo um par de Porsche 911 GT3 RS.

Equipa suíça Kessel Racing vai aceitar um novo desafio, executando duas Ferrari, enquanto ART Grand Prix pelas mãos de Fred Vasseur revelou estar interessado em entrar no campeonato com sua McLaren MP4-12C, tanto ELMS quanto na Blancpain Endurance Series deste ano.

Morand Racingtambém está pensando em começar um programa GTC, bem como DKR Engineering. Outra que estuda tal possibilidade é a, Sebastien Loeb Racing, que vai alinhar um LMP2 e poderia competir com seu McLaren.

Calendário 2014

França – Testes oficiais no Circuito de Paul Ricard: 1 a 2 de Abril

Inglaterra – Silverstone: 18 a 19 de Abril

Itália – Imola: 17 a 18 de Maio

Áustria – Red Bull Ring: 19 a 20 de Julho

França – Paul Ricard: 13 a 14 de Setembro

Portugal – Estoril: 18 a 19 de Outubro

VAVEL Logo