Nelson Piquet afirma que Ayrton Senna sempre foi um piloto sujo em sua carreira
Piquet envolto em mais uma polêmica. (Foto: Divulgação Guetty Imagens)

Polêmico como sempre, o tricampeão Nelson Piquet, um dos homenageados durante o GP da Hungria voltou a causar polêmica durante entrevista com jornalistas em Budapeste. Piquet que foi o primeiro vencedor do GP da Hungria que vem sendo disputado desde 1986 pela equipe Williams estava afiado em suas declarações. Ao lado de Senna, Piquet protagonizou uma das melhores ultrapassagens da história da F1.

Por conta da dificuldade imposta por Senna para lhe dar a posição, Piquet chegou a ironizar o talento do piloto. “Senna era um piloto horrível, era fácil ultrapassá-lo”, disse. Na época, se comentou que Piquet teria mostrado o dedo do meio para Senna durante a ultrapassagem.

Mais uma vez Piquet, direto como lhe é peculiar explicou a manobra. “Você viu toda a ultrapassagem? Você viu as duas voltas anteriores? Olhando com calma, na primeira vez eu tento por dentro, e ele me empurra para o lado sujo da pista. E na segunda vez ele tenta fazer o mesmo. Mas ao invés de ir para a direita, eu coloco de lado pela esquerda e ele não esperava isso”. Disse ao Jornalista Luiz Fernando Ramos o “Ico” do portal UOL.

E continuou. “Ele sempre foi muito sujo na sua carreira. Ganhou o campeonato de F-3 porque ele bateu no Martin Brundle, em Brands Hatch, na última corrida, acabou com o carro em cima. (O acidente a que Piquet se refere aconteceu em Oulton Park, na 17ª etapa das vinte realizadas). Fez o mesmo com Prost em 90 para ganhar o campeonato. Eu não concordo com isso. No automobilismo, você precisa ser limpo. Quer ser campeão? Tudo bem. Mas precisa ser limpo. Ele não era limpo na pista. Foi por isso que mostrei o dedo do meio para ele”. Comenta.

VAVEL Logo