Com bons números na Toro Rosso, Albon substitui Gasly na Red Bull
Foto: Divulgação / Red Bull Racing

Com bons números na Toro Rosso, Albon substitui Gasly na Red Bull

Troca que já era esperada foi confirmada pela Red Bull nesta segunda-feira

matheus-gabriel
Matheus Gabriel

O piloto da Red Bull, Pierre Gasly, dará lugar a outro jovem, o tailandês Alexander Albon, que estava na Toro Rosso. A troca já era esperada devido aos resultados do francês, que não conseguiu manter o ritmo de seu companheiro de equipe, Max Verstappen, desperdiçando pontos e fazendo com que sua equipe deixe de brigar pela segunda colocação no campeonato de construtores. Gasly ocupa a sexta colocação no campeonato de pilotos, com 68 pontos, apenas cinco a frente do espanhol da McLaren, Carlos Sainz.

"Estamos ansiosos para ver Albon ter sua oportunidade, e estamos felizes em trabalhar com Gasly de novo", disse a Toro Rosso em seu perfil no twitter.

A fama da equipe é exatamente a de trocar pilotos. Uma das mais controversas foi quando Kvyat foi rebaixado da Red Bull para a Toro Rosso também por maus resultados, em 2016, dando espaço para Max Verstappen. A troca se mostrou acertada, já que o holandês vem conquistando resultados importantes.

Os números de Albon

Ao olhar para a tabela, a primeira impressão é de que a troca deveria ser feita, na verdade, entre Gasly e Kvyat, já que o russo está em 9º no campeonato de pilotos, com 29 pontos e um pódio conquistado no caótico GP da Alemanha, enquanto o tailandês ocupa uma tímida 15ª colocação, com 16 pontos. Porém, na visão da Red Bull, Kvyat já teve sua chance, e agora é vez do jovem Albon ter sua oportunidade.

Ele começou sua carreira no Kart, quando tinha apenas 8 anos, em 2006, competindo pela Hoddesdon Championship. Venceu alguns campeonatos até chegar na Formula Renault, onde passou sua primeira temporada sem marcar pontos. Seu melhor ano na categoria foi em 2013, quando terminou em terceiro no campeonato de pilotos, com 117 pontos. Em 2015, Albon pulou para a Formula 3 Europeia, onde terminou o campeonato em sétimo, com cinco pódios e 187 pontos.

2017 foi o ano em que o tailandês conseguiu entrar na F2, correndo contra pilotos conhecidos do público, como LeclercNyck de VriesSergey SirotkinNicholas LatifiLando NorrisRoberto Merhi e Sérgio Sette Câmara. Seus melhores resultados foram dois segundos lugares, terminando a temporada em décimo, com 86 pontos.

Chegou a assinar com a Nissan e.dams para pilotar na Formula-E, mas teve de encerrar o contrato antes mesmo de sua primeira corrida, já que ganhou uma chance na Toro Rosso para a temporada atual.

VAVEL Logo