De olho em 2021, Ferrari pode desistir do projeto do carro deste ano mais cedo
Foto:Reprodução/Scuderia Ferrari

A Fórmula 1 teve o período de testes finalizado na última sexta-feira (28) e após os seis dias em que as equipes puderam observar seus carros, a Ferrari não foi uma das que ficaram satisfeitas com o que viram. Ao contrário dos últimos quatro anos, em que a equipe italiana teve a volta mais rápida, nesse ano, porém, tiveram que assistir seus carros tendo problemas de confiabilidade sem alcançar Red Bull e Mercedes.

Um resultado bastante decepcionante que já ligou o alerta para Mattia Binotto. Em entrevista recente, o chefe da equipe comentou que a equipe está buscando recuperar o terreno perdido. Entretanto, caso as mudanças não funcionem, a equipe pode largaro projeto do SF1000 (nome dado em comemoração a milésima corrida da escuderia na categoria) para focar no carro de 2021. 

A temporada 2021 marcará uma mudança drástica nos carros e nas equipes, isso porque foram aprovadas alterações nas asas traseiras e dianteiras, no assoalho, no tamanho do aro do pneu - que passará a ter 18 polegadas, cinco a mais do que nesse ano -, entre outras que visam aumentar o número de ultrapassagens e que requer um foco maior das equipes que pouco aproveitarão dos carros de 2020 para a temporada seguinte. 

O primeiro fim de semana de GP que trará avaliações mais corretas dos carros será dia 13 de Março, com os primeiros treinos livres em Melbourne, na Austrália.

Não percam todos os detalhes do GP da Austrália e da temporada da F1, aqui na VAVEL Brasil. 

 

VAVEL Logo