Verstappen e Hamilton conversam sobre toque após largada em Imola
Foto: Divulgação / F1

Quando as luzes se apagaram exatamente às 10h do último domingo (18), Max Verstappen fez uma largada sensacional no circuito de IPmola. Largando da terceira posição, ele conseguiu pular logo no início para a primeira posição, deixando para trás seu companheiro Sergio Pérez e o rival Lewis Hamilton. O atual heptacampeão, por sua vez, teve que se contentar com a segunda posição, mas também viu sua asa dianteira danificada no combate com o holandês na curva 3.

De acordo com Hamilton, o problema foi resultado de uma colisão com o RB16B de Max, porém o piloto da RBR não acredita que o toque tenha levado grandes problemas à Mercedes.

— Acho que não nos tocamos — disse Verstappen na coletiva de imprensa depois da corrida.

— Nós tocamos, nós tocamos — retrucou Hamilton.

O piloto holandês da Red Bull questionou ainda questionou:

— Nós nos tocamos? Preciso ver o vídeo então.

— Minha asa dianteira foi danificada, não sei exatamente — disse o inglês. Mas Verstappen insiste:

— Acho que não tocamos! Tenho que assistir ao vídeo novamente.

Mesmo assim, com o toque confirmado no replay da ultrapassagem, Hamilton não conseguiu aproveitar sua pole position. E na mesma coletiva, o atual líder do campeonato com apenas um ponto de vantagem sobre o holandês justificou:

“Não larguei bem. Max teve uma largada melhor do que eu, e acho que estava um pouco à frente na curva 2, mas estava basicamente evitando que fôssemos juntos. Max estava acabando de atravessar, então tivemos aquele toque e eu tive que passar por aquelas zebras grandes, mas estou grato por ter passado por isso e não danificado muito mais do que a ponta da asa”, contou Lewis.

O próximo GP da Fórmula 1 é em Portugal, com a largada marcada para o dias 2 de maio. Até lá, a Mercedes tem mais um tempo para melhorar seu carro enquanto a RBR pensa em estratégias para desbancar a hegemonia do time alemão. E você acompanha tudo aqui, na VAVEL Brasil.

VAVEL Logo