Com excelente atuação, Cuevas elimina Wawrinka em Monte Carlo
Foto: ATP World Tour / Divulgação

A quadra Ranier III do Monte Carlo Country Club recebeu a partida válida pelas oitavas de final do Masters 1000 do principado entre o suíço Stan Wawrinka, cabeça 3 do torneio, e o uruguaio Pablo Cuevas, cabeça 16. Uma partida entre 2 jogadores com muita potência em seus golpes, mas com certa tendência a erros quando em dias ruins. Este foi o dia ruim de Wawrinka, que não suportou o bom jogo de Cuevas e sucumbiu em sets diretos com apenas 1h e 18 minutos de jogo transcorrido.

O 1º set já demostrou o quanto Wawrinka estava irregular em seus golpes e definições, e Cuevas, ao contrário, firme e jogando angulado e fundo o tempo todo. O saque inicial foi do suíço, e ali já enfrentou seus 2 primeiros breaks contra, mas enfim fechou. Cuevas mostrou que seu saque e games de serviço seriam bons o jogo todo, confirmando rápido e fácil o seu, e após outras 2 tentativas de quebra no saque seguinte de Stan, conseguiu reverter o 3º break, abrindo 3/1 de vantagem com seu game de serviço confirmado depois. A partir disso, se viu um Stan nervoso e errático, confirmando seus saques seguintes com extrema dificuldade, tendo 1 game com 4 igualdades, sem break points, mas todas elas devidos a erros seus. A derrota por 6/4 veio em 39 minutos.

O 2º set começou com novo serviço de Wawrinka, e novamente Break contra, desta vez convertido rapidamente por Cuevas, e que depois abriu 2/0 de vantagem, também rapidamente. Nenhum outro break foi registrado mais, e a dificuldade de Wawrinka nos games de recepção era clara, além de não conseguir sustentar longas trocas sem cometer erros. Com isso, novamente um 6/4 veio, e com iguais 39 minutos do set anterior.

Wawrinka não jogou muito bem contra Vesely anteriormente, e claramente fez não melhorou seu jogo para esta partida contra Pablo, que é bem mais consistente e perigoso que o jovem tcheco. Derrota não extatamente esperada, mas plaúsível dentro do que Stan jogou nesta edição do Masters monegasco.

Cuevas avança para pegar o francês Lucas Pouille, que não teve trabalho, e nem jogo contra seu compatriota Adrian Mannarino, que após 3 games disputados, por dores decidiu abandonar o jogo.

VAVEL Logo