Final repetida, resultado diferente: Kerber derrota Serena e conquista título inédito em Wimbledon

Depois de perder a final de Wimbledon em 2016 para Serena Williams, a alemã, Angelique Kerber teve uma nova chance, e conseguiu um resultado diferente desta vez. A alemã venceu neste sábado (14) a americana, com duplo 6/3, em 1h05.

Kerber conquistou assim, seu terceiro título de Grand Slam e o primeiro na grama inglesa. Alemã tornou-se a terceira mulher a vencer Serena na final de Wimbledon, além de Sharapova em 2004 e Venus Williams em 2008.

Muitas celebridades na arquibancada, público animado dentro e fora da quadra central do All England Club, dia ensolarado. Este foi o cenário da final feminina de Wimbledon 2018. O esperado aconteceu: Serena e Kerber fizeram uma tremenda exibição, protagonizaram ótimos rallies e, sem dúvida alguma, souberam entreter o público. 

Kate Middleton, Meghan Markle, Billie Jean King e Martina Navratilova foram apenas algumas das celebridades presentes na partida (Foto: Wiremalge/Getty Images)
Kate Middleton, Meghan Markle, Billie Jean King e Martina Navratilova foram apenas algumas das celebridades presentes na partida (Foto: Wiremalge/Getty Images)

Diferente do que havia acontecido em 2016, quando Kerber não foi capaz de quebrar Serena por uma única vez, a partida já começou com uma quebra a favor da alemã. Angie conseguiu manter Serena em rallys longos, o que favoreceu o seu jogo, mas Williams logo acordou para a partida e venceu três games consecutivos.

Kerber precisou rever o seu jogo em uma das pausas entre games e quando voltou, mostrou uma postura diferente. Confirmou seu serviço com certa facilidade e voltou a quebrar Serena, que vacilou em bolas de xeque. Novamente, a alemã mostrou bom serviço e ótimas qualidades defensivas, confirmou seu serviço e quebrou a adversária que servia para se manter viva no set.

Serena cometeu muitos erros e a grande maioria em bolas que pareciam gratuitas. Ao todo foram 14 erros da americana, para 11 winners. Kerber, muito mais reservada, cometeu apenas três erros e fez cinco winners. A alemã mostrou-se melhor nos games de devolução: ganhou 52% dos pontos, enquanto que Serena ganhou apenas 40%. Nos games de serviço, Kerber conquistou 60% dos pontos, Serena ficou bem atrás, com 48%; a alemã não fez aces ou dupla faltas, já a americana fez dois de cada.

Kerber fechou a primeira parcial em 6/3, em apenas 30 minutos. 

Serena é runner-up de Wimbledon apenas 10 meses depois de dar a luz (Foto: Clive Mason/Getty Images)
Serena é runner-up de Wimbledon apenas 10 meses depois de dar a luz (Foto: Clive Mason/Getty Images)

"Eu sabia que teria que jogar o meu melhor. Essa foi a minha segunda chance e tive que aproveitar", disse Kerber na cerimônia de premiação.

O segundo segundo foi muito mais equilibrado do que o anterior. Ambas as tenistas serviram muito bem e souberam fazer boas construção de pontos. Kerber mostrou-se mais agressiva que no set anterior e acabou por conquistar os primeiros - e únicos - break points no segundo set. Serena salvou um dos breaks com um ótimo volley/winner, mas não foi capaz de salvar o segundo.

Kerber abriu vantagem de 4/2, que logo tornou-se 5/2, pois a alemã serviu com autoridade logo em seguida. Serena continuou a cometer muitos erros bobos em ocasiões importantes e a alemã acabou por servir para a segunda parcial, jogo e primeiro título na grama londrina. A alemã serviu bem e fechou o set em, novamente, 6/3, em 35 minutos. 

Com a vitória, Kerber ocupará o #4 lugar no ranking WTA e subirá para a segunda posição no Porsche: Race to Singapure

A final de simples feminina acabou, mas ainda há muito tênis em Wimbledon. No domingo (15) ocorrerão as finais masculinas, duplas femininas e duplas mistas e você pode acompanhar as três aqui, na VAVEL Brasil

VAVEL Logo