Thiem salva dois match points, vence Federer de virada e está na semifinal em Madrid
(Foto: Divulgação/ ATP)

Após salvar dois matchpoints, #5 Dominic Thiem venceu #3 Roger Federer, em virada espetacular, em partida que durou 2h11. O austríaco enfrentará o sérvio #1 Novak Djokovic na semifinal do Masters 1000 de Madrid 2019.

Com parciais de 3/6, 7/6 (11) e 6/4, o austríaco ampliou para quatro o número de vitórias em seis encontros contra o suíço. Domi é o único tenista ativo além do sérvio e de Rafael Nadal a possuírem retrospecto positivo contra o detentor de 20 Grand Slams. Interessante frisar que três destas quatro vitórias foram de virada e cada uma foi em um piso diferente: hard, saibro e grama.

Este foi o oitavo jogo seguido que Thiem ganhou desde seu título no ATP 500 de Barcelona. Os tenistas já se enfrentaram este ano em uma final de Masters 1000, que contou com vitória – de virada – do cabeça de chave número cinco. O episódio ficou marcado por ter sido o seu primeiro título nessa categoria.

Vice-campeão por dois anos seguidos, Dominic perdeu o primeiro set após Federer quebrar seu primeiro game de serviço. Apenas mantendo a vantagem, o suíço abriu o placar com 6/3 em 30 minutos. O ex-líder do ranking perdeu apenas cinco pontos com seus dois serviços. Thiem disparou duas bolas vencedoras a mais – cinco a nove, mas cometeu mais do que o dobro de erros não forçados com um total de 11 contra 5.

Federer teve seu serviço ameaçado cinco vezes na segunda parcial. Salvando todas as cinco, o jogo seguiu equilibrado e o set foi resolvido no tiebreak. O helvético abriu 3 a 0 no game decisivo, mas logo viu seu adversário empatar. A primeira vez que Thiem ficou na frente no placar foi quando abriu 5 a 4 e, com mais um minibreak, chegou ao primeiro set point.

Sem conseguir aproveitar, a série seguiu empatada. O cabeça de chave número três salvou três set points, até ter seu primeiro match point em 8 a 7 e seu segundo em 10 a 9. Salvando dois matchpoints, Thiem sacou em 12 a 11. Garantindo o ponto, fechou o tiebreak em 13 a 11 em 57 minutos e empatou a partida em um set a um.

A última e decisiva parcial contou com uma quebra de Domi no terceiro game. Federer conseguiu devolver para empatar em 4 a 4, mas novamente não conseguiu confirmar seu serviço – o que fez com que o austríaco sacasse para o jogo. No segundo matchpoint, Thiem liquidou o jogo em 2h12 e garantiu seu lugar na semifinal do torneio.

“O teste hoje foi grande e amanhã é um jogo diferente, claro. Eu joguei com Djokovic ano passado e no ano anterior e eu acho que ele não estava em seu melhor. Agora ele está novamente.” comentou Thiem e terminou acrescentando “Ele (Novak) venceu os últimos três Grand Slams e está novamente no topo do ranking da ATP. O desafio não poderia ser maior. Vou tentar manter esse meu bom momento que eu tenho agora e dar o meu melhor novamente.”

VAVEL Logo