Djokovic vence Schwartzman em Roma e se isola como maior vencedor de Masters 1000
Foto: Divulgação/Internazionali BNL d'Italia

Com parciais de 7/5 e 6/3, o #1 Novak Djokovic venceu o #15 Diego Schwartzman na final do Masters 1000 de Roma e se consagrou pentacampeão do torneio, nesta segunda-feira (22) Conquistado o 36° título desta categoria na carreira, desempatou com Rafael Nadal (35) e agora ocupa a primeira posição da lista.

Finalista de Roma na temporada passada, Djokovic irá somar 400 pontos no ranking - o que garantirá ao sérvio a permanência certa na liderança até, pelo menos, 9 de novembro deste ano. Nole passou o número de semanas na primeira posição de Pete Sampras (286) e está atrás somente de Roger Federer (310).

Com a vitória de hoje, Djokovic se torna o segundo tenista, atrás apenas de Nadal, a ter ao menos cinco títulos em quatro Masters 1000 diferentes: o sérvio é hexacampeão em Miami e penta em Indian Wells, Paris e agora Roma.

Errando menos no início da partida, Schwartzman quebrou o serviço do número duas vezes para abrir 3/0 no placar em 20 minutos. Sem conseguir manter a vantagem, o argentino cometeu dupla falta no break point contra e fez com que o campeão do Australian Open devolvesse uma das quebras.

Crescendo durante a parcial, Djokovic logo empatou em 3/3 chegando a vencer 14 dos últimos 18 pontos disputados. Com cada tenista confirmando seu próprio serviço, a parcial seguiu equilibrada até o 6/5. Schwartzman precisava confirmar seu saque para levar a primeira série para o tiebreak, mas, com um erro não-forçado de direita do argentino, o número um do mundo saiu na frente na final com 7/5, em 1h11.

Schwartzman levou vantagem nos ralis mais longos vencendo 14 dos 24 pontos disputados. Menos agressivo, disparou dez bolas vencedoras e dez erros não-forçados, contra 16 e 18 de Djokovic, respectivamente.

Sacando melhor no segundo set, Djokovic jogou mais solto. Apesar de ter sido quebrado logo no seu primeiro game de saque, logo devolveu a quebra. Com cada tenista confirmando seu serviço, o sérvio precisou de apenas mais uma oportunidade para quebrar o argentino e sacou para o jogo em 5/3. Sacando para o jogo, o número um chegou a vencer dez dos últimos dez pontos disputados. Sem desperdiçar oportunidades, fechou em 6/3 e liquidou a partida em 1h54.

VAVEL Logo