Pavlyuchenkova/Rublev viram contra Barty/Peers e estão na final das duplas mistas em Tóquio
Pavlyuchenkova/Rublev venceram Barty/Peers em Tokyo 2020 (Divulgação/COI)

Em partida cheia de grandes jogadores de simples, a parceira do Comitê Olímpico Russo venceu os australianos na chave de duplas mistas de Tokyo 2020. Nesta sexta-feira (30), Anastasia Pavlyuchenkova e Andrey Rublev venceram Ashleigh Barty, número 1 de simples, e John Peers por dois sets a um na semifinal da competição.

No primeiro set, o Time Austrália venceu por 7/5. No seguinte, 6/4 a favor de Pavlyuchenkova/Rublev. No desempate, 13-11 a favor dos russos.

De virada

No segundo game, os russos tiveram dificuldades para confirmar o saque: foram dez pontos, com um break point rejeitado. No sexto e no oitavo (com um break point no segundo momento citado), mais oito pontos - mas games confirmados. No 12º, enfim, após oito pontos, Ashleigh Barty e John Peers aproveitaram o segundo break point para recusar o saque dos oponentes e fechar o período em 7/5.

A partida virou no segundo set. Dos cinco primeiro games, quatro foram vencidos pelos russos - que, no quarto momento, precisaram de oito pontos e recusar dois break points para vencer. Nem mesmo a rejeição no oitavo game fez com que Barty e Peers vencessem Pavlyuchenkova/Rublev: a vitória veio por 6/4.

No desempate, Barty/Peers abriram 6-4 no começo e sofreram o empate. No final, vitória dura dos russos por 13-11 após salvarem um match point.

O que vem por aí

Na final da chave de duplas mistas de Tokyo 2020, Pavlyuchenkova e Rublev enfrentarão os também russos Elena Vesnina e Aslan Karatsev, atuais vice-campeões de Wimbledon, que desbancaram Novak Djokovic e sua parceira Nina Stojanovic nas semis.

O Comitê Olímpico Russo pode garantir até quatro medalhas no tênis, mas já tem três garantidas, já que Karen Khachanov disputa a final de simples. Além disso, Vesnina ainda joga a disputa do bronze nas duplas femininas ao lado de Veronika Kudermetova, contra as brasileiras Pigossi/Stefani.

VAVEL Logo