Pliskova repete resultado de Wimbledon, elimina Sabalenka e vai à final em Montreal
Karolina Plisková venceu Aryna Sabalenka no WTA 1000 de Montreal (Divulgação / WTA)

Era a grande chance para #3 Aryna Sabalenka, das melhores tenistas da atualidade, se vingar da eliminação na semifinal de Wimbledon 2021 e ainda, de quebra, assumir a vice-liderança do ranking mundial. Foi, entretanto, a confirmação da "freguesia": a #6 Karolina Plisková venceu a belarussa por 2 sets a 0 neste sábado (14), em mais uma semifinal - agora, do WTA 1000 de Montreal.

No primeiro período, a vitória da tcheca veio por 6/3; no seguinte, 6/4. A partida teve 1h23 de duração.

Resultado igual

O saque da belarussa demorou para entrar na peleja. No terceiro game da peleja, Karolina Pliskova rejeitou Sabalenka após oito pontos; no quinto, a melhor colocada rejeitou um break point e precisou de dez pontos para confirmar o serviço. No sexto momento, foi a tcheca quem teve dificuldades, mas, após oito pontos, ela confirmou o saque; no nono momento, mais uma vez, ela recusou a adversária depois de dez pontos e, no segundo break (e set) point, cravou 6/3 na parcial.

O segundo set começou com um enredo semelhante ao do primeiro: no segundo game, foram oito pontos, rejeitando um break point, para que Aryna Sabalenka confirmasse o saque; oito pontos e um break point recusado também teve o quinto momento, em que Pliskova venceu. Nos sétimo e oitavo games, quebras de saque; no décimo, a belarussa foi mais uma vez vencida, perdendo o set (e a partida) por 6/4.

O que vem por aí

Na final do Omnium Banque Nationale, Pliskova enfrentará a vencedora do confronto entre a italiana #71 Camila Giorgi e norte-americana #31 Jessica Pegula. Esta será a terceira final da tcheca em 2021, e ele ainda busca o primeiro título.

VAVEL Logo