Carreño Busta vence batalha contra Evans em Montreal e vai à primeira final de Masters 1000
Foto: Divulgação/ATP

Em jogo de alto nível, o #23 Pablo Carreño Busta derrotou o #39 Daniel Evans e garantiu vaga à decisão do Masters 1000 de Montreal, sua maior final da carreira. O espanhol de 31 anos fechou a partida na madrugada deste domingo (13) com parciais de 7/5, 6/7(7) e 6/2, em 2h59.

A partida inteira teve longos ralis e muitos pontos plásticos. Os dois tiveram mais winners do que erros não-forçados, mas Evans teve números ainda melhores nesta estatística - 40 a 22, contra 41 e 34 do rival, respectivamente. No primeiro set, porém, Carreño Busta prevaleceu com um aproveitamento melhor no serviço. O ex-top 10 só enfrentou um break point e foi quebrado servindo para o set, mas venceu os dois games seguintes e marcou 7/5, em 53 minutos.

No segundo set, Evans aproveitou uma queda no ritmo de Carreño Busta e chegou a abrir 4/1. O espanhol, porém, reuniu forças para reagir e, com muita coragem, passou a dominar os ralis, devolveu a quebra que sofreu no início da partida e forçou o tiebreak. Ainda sim, não conseguiu fechar o jogo.

O espanhol chegou a ter um match point em 6-5, salvou um set point em 6-7, mas Evans se impôs no serviço e empatou a disputa: 7/6(7), após 1h21. Este foi o primeiro set perdido por Carreño Busta em cinco partidas na campanha no Canadá.

Apesar da frustração na reta final do segundo set, Carreño Busta voltou firme para a parcial final. O espanhol não enfrentou nenhum break point, e a disputa seguiu o mesmo ritmo até a reta final da partida. O ex-top 10 aproveitou uma queda de Evans no momento decisivo, venceu 16 dos últimos 19 pontos, sendo 11 consecutivos para garantir vaga à decisão, através de uma dupla falta do britânico.

Final definida

Na decisão do National Bank Open, Carreño Busta encara o #10 Hubert Hurkacz, que vem de vitória sobre o #7 Casper Ruud, de virada. Os dois já se enfrentaram três vezes até hoje, com duas vitórias do espanhol. A decisão está marcada para este domingo (14), às 17h (de Brasília).

Após uma batalha de simples, Evans ainda joga as semifinais de duplas na madrugada canadense. Ao lado de John Peers, ele encara justamente a dupla de Hurkacz contra Jan Zielinski. Quem passar, encara Neal Skupski e Wesley Koolhof na final.

VAVEL Logo