Ágatha e Duda ficam com o ouro feminino da etapa do Circuito Mundial de Vôlei de Praia
Foto: Divulgação/Twitter

A dupla brasileira Ágatha e Duda levou o ouro no Mundial de Vôlei de Praia, na etapa do Rio de Janeiro. A equipe venceu um jogo emocionante, com direito a virada no tie-break. A equipe canadense formada por Sarah Pavan e Melissa Humana-Paredes ficou com o segundo lugar.

O primeiro set foi marcado por uma vitória tranquila brasileira. Apesar do jogo ter começado equilibrado, antes da metade do set as brasileiras já passaram a frente e abriram uma vantagem de 3 pontos. Elas souberam administrar o placar e levaram o set, com uma vitória de 21 a 14.

A segunda etapa foi bem mais complicada para Ágatha e Duda. As canadenses conseguiram encaixar o jogo e as brasileiras sentiram. A partida ficou equilibrado até a metade do set, depois disso houve um apagão na equipe do Brasil e a outra dupla aproveitou para conseguir o empate. Final de set 21/13 para a dupla Sarah Pavan e Melissa Humana-Paredes.

O último set da partida foi o mais emocionante. O Brasil começou dominando, porém logo a equipe canadense cresceu e virou o placar (8/7). Mas brasileiras correram atrás e conseguiram ganhar o set, 15/13. Com o resultado final de 2 a 1, Ágatha e Duda levaram para casa o ouro tão esperado.

+ Final masculina rendeu ouro ao Brasil

Dupla brasileira Fernanda Berti e Bárbara Seixas perde o pódio e reclama

A outra equipe brasileira, Fernanda Berti e Bárbara Seixas, não conseguiu levar a medalha para casa. A equipe tcheca formada por Slukova e Hermannova foi melhor e levou o bronze no torneio. Fernanda e Bárbara perderam os dois sets, o primeiro por 23 a 21 e o segundo por 21 a 18.

Houve ainda uma pequena confusão no segundo set, devido ao uso do desafio de vídeo. A imagem pedida da revisão de toque de bloqueio teria que ser passada no telão, porém isso não aconteceu. O treinador das meninas, Rico de Freitas, ficou desesperado na arquibancada e Bárbara, capitã da dupla, tentou argumentar com os árbitros, mas não funcionou.

Após esse erro a dupla tcheca aproveitou o momento de desconcentração para abrir o placar e fechar o jogo. Apesar dos problemas técnicos, Bárbara afirmou que isso não foi decisivo para o resultado final.

"No momento é um gasto de energia discutindo em vez de se focar um pouco mais. No primeiro momento pode dar uma desconcentrada, mas depois acho que foi uma questão de ritmo mesmo nosso, de imprimir mais uma agressividade. Acho que foi isso que faltou no nosso jogo," disse Bárbara.

VAVEL Logo