Guia VAVEL Superliga Feminina de Vôlei 201819: Sesi Bauru

Guia VAVEL Superliga Feminina de Vôlei 201819: Sesi Bauru

Com novo patrocínio, Sesi Bauru conta com reforços pontuais para superar a última edição do principal torneio nacional de Vôlei

izabellefranca
Izabelle França

O Sesi Vôlei Bauru vai dar a largada para a 25ª edição da Superliga Feminina 2018-19. A equipe bauruense vem confiante depois de conquistar o inédito título do Campeonato Paulista 2018 de maneira invicta, nascido este ano da união do Vôlei Bauru com o Sesi, que já havia sido vice-campeão da competição nos anos de 2013, 2014 e 2015.

A expectativa é que a equipe possa fazer campanha capaz de superar as duas últimas participações na competição nacional, quando, ainda disputando somente como Vôlei Bauru, classificou-se às quartas de final e foi eliminada, respectivamente, por Minas e Praia Clube.

Elenco

O Sesi foi ao mercado e trouxe as levantadoras Fabíola e Naiane, a central Saraelen, as ponteiras Vanessa Janke e Edinara, a líbero Tássia e a oposta italiana Valentina Diouf. Além disso, o time conta com  Arlene,  Tifanny, as pontas Palacio e Gabi Candido e as centrais Andressa Picussa e Valquiria.

Pronta para estrear pela Superliga, Diouf declarou que irá se entregar ao máximo, mas que espera que os torneios sejam acirrados e almeja que o clube paulista possa ser uma equipe vitoriosa.

"Estou muito contente pela oportunidade de defender este time, que espero que seja uma equipe vencedora. Também espero campeonatos muito competitivos e, por isso, vou me dedicar o máximo possível”, expressou.

Técnico

No comando do elenco estará o técnico Anderson Rodrigues. Como atleta conquistou vários títulos, mas foi corado pelo bicampeonato olímpico pela seleção brasileira (em 2004, em Atenas, como jogador e, em 2016, como auxiliar na comissão técnica). O ex-jogador também possui a medalha de prata em 2008 em Pequim, bicampeão mundial e da Copa América, campeão Pan-Americano 2007, seis vezes campeão da Liga Mundial e duas vezes campeão da Copa dos Campeões.

Já na beira das quadras, na base do Minas Tênis Clube  foi assistente de Paulo Coco - Praia Clube- por seis anos. Logo assumiu o comando técnico do Brasília na temporada 2016-17. Na sequência se transferiu-se para o Volero Zurich, na Suíça.

Última campanha na Superliga

Na edição passada conquistou a 8ª posição, com 37 pontos. Ao todo foram sete vitórias e 15 derrotas. Quando chegou aos  Playoffs  acabou sendo derrotada nas duas partidas pelo Praia Clube, atual campeão da Superliga.

VAVEL Logo

Vôlei Notícias

há 2 dias
há 2 dias
há 2 dias
há 3 dias
há 3 dias
há 5 dias
há 6 dias
há 6 dias
há 7 dias
há 8 dias
há 9 dias