Herói da classificação francesa, Griezmann exalta atuação: "Vou dar tudo o tempo todo"

Para o atacante dos Bleus, confronto difícil nesta fase da competição é normal e que o mérito é de todos os jogadores.

Herói da classificação francesa, Griezmann exalta atuação: "Vou dar tudo o tempo todo"
Griezmann sendo idolatrado por Payet. (Foto: Divulgação/Federação Francesa de Futebol)

Considerado pelos franceses como 'sucessor de Zinedine Zidane', Antoine Griezmann começou a Euro 2016 muito mal, mas parece ter se reencontrado durante a competição. Neste domingo (26), obteve o status de redentor, ao marcar duas vezes na vitória da França sobre a Irlanda por 2 a 1, avançando às quartas de final. 

Para o camisa 7 dos Bleus, o grande salvador não foi ele, mas todo o elenco: "O salvador é toda a equipe. Sagna com o lançamento, ou Olivier Giroud com seu desvio. Pessoalmente, eu apenas comecei o meu jogo, fui para tirar a bola, ajudar na organização. Em seguida, o gol veio,  aproveitei a oportunidade para assumir o jogo em minha conta", exaltou o espírito de equipe francês.

Apesar de vencerem a partida, a França atuou muito mal no primeiro tempo aonde viu os irlandeses ficarem em vantagem durante os 45 minutos iniciais, a virada só chegou na segunda etapa. Principalmente pela mudança de atitude da equipe, Griezmann admite que  no primeiro momento a atuação foi abaixo da média.

"Fizemos um mau primeiro período. Falamos coisas pela metade, com o treinador e jogadores. Queríamos ver outra equipe na França. Nós empurramos, demos tudo. Os defensores também nos apoiaram. É nas quartas de final, o melhor lugar para todos", admitiu.

"Eu tenho minhas mudanças de posicionamento, evoluí ao longo do ano com o meu clube. É mais fácil. Mas como eu já disse muitas vezes, eu estou aqui em função do treinador e da equipe. Jogar pela direita ou centralizado, será com prazer. Vou dar tudo o tempo todo," comentou ao ser questionado sobre sua mudança de posicionamento na volta do intervalo.

O francês natural de Mâcon, foi perguntado se eles não tinham jogado o suficiente para assustar os The Boys in Green, e sua reposta foi que é normal exibições como essa: "É como todo ano no Atlético. Nós vencemos por 1 a 0, eu penso que será diferente jogando na seleção, mas é a mesma coisa. Sofremos, marcamos os gols, e nos salvamos no final. Se for analisar, jogamos bem e não tão bem assim, se continuarmos treinando iremos melhorar", finalizou a principal estrela dos anfitriões do torneio.

O próximo confronto da Seleção Francesa será no próximo domingo (3), às 15h, no Stade de France. O rival ainda não foi confirmado: o vencedor do duelo de Islândia e Inglaterra, que irá acontecer segunda (27), na arena Allianz Riviera, na cidade de Nice, 16h.