Agente diz que Donnarumma precisa de uma 'vitrine maior', mas é repreendido por Montella

Ao contrário de Mino Raiola, empresário do jovem, técnico garante que goleiro irá renovar contrato com o Milan

Agente diz que Donnarumma precisa de uma 'vitrine maior', mas é repreendido por Montella
Donnarumma deve ser a base do Milan no futuro (Foto: NurPhoto/Getty Images)

Famoso no mundo do futebol por agenciar carreiras de Zlatan Ibrahimovic, Paul Pogba e Mario Balotelli, o agente Mino Raiola insinuou que Gianluigi Donnarumma, goleiro do Milan e um de seus clientes mais promissores, precisa de uma vitrine maior. A declaração do empresário, contudo, não caiu bem aos ouvidos do técnico do clube italiano, Vincenzo Montella.

Em entrevista à emissora Rai, Raiola indicou que Donnarumma deve mudar de clube para ganhar mais visibilidade: “Gigio [apelido do goleiro] é uma joia e joias devem estar em belas vitrines. Caso contrário, que tipo de joia é ele?”.

A resposta à declaração do agente veio através de Montella. O treinador assegurou que Donnarumma, cujo tem contrato com o Milan até junho de 2018, irá permanecer em Milão mesmo a contragosto de Raiola.

Tenho certeza que o Milan quer manter Donnarumma. Raiola é de origem do sul [da Itália], assim como eu e Donnarumma. Então, tenho certeza que ele vai renovar o contrato, não importa o que ele [Raiola] diz”, afirmou o comandante. “Eu digo isso com um sorriso no meu rosto. Raiola faz seu trabalho muito bem, assim como os dirigentes do Milan”, acrescentou.

O jornal de Milão, Gazzetta dello Sport, informa na edição desta segunda-feira (19) que a renovação de contrato de Donnarumma é uma das principais metas dos investidores chineses que adquiriram recentemente o Milan. Segundo a publicação, os novos mandatários irão esperar até fevereiro, quando o goleiro completará 18 anos, para apresentar uma proposta de extensão contratual.

Com apenas 16 anos e oito meses, Donnarumma assumiu a meta do Milan na temporada passada após o então titular, Diego López, se lesionar. Destacou-se nos jogos seguintes e virou uma das principais estrelas do elenco.

Na estreia da Serie A 2016/17, ele defendeu um pênalti no último minuto de jogo contra o Torino e garantiu a vitória por 3 a 2 para o time milanês, no San Siro.