Diego López explica saída do Real Madrid e escolha pelo Milan: "Ancelotti me influenciou"
Goleiro assumiu a titularidade da meta rossonera logo quando chegou do Real Madrid (Foto: Divulgação/Milan)

Nessa quinta-feira (18), Diego López, goleiro titular do Milan, concedeu entrevista ao jornal italiano Tuttosport e abordou diversos temas. Entre os mais importantes, citou a sua convivência com os outros goleiros do time, de quando tomou a decisão de ir para a Itália e como tem sido sua vida nesses últimos meses.

Diego Lopez fez muitos elogios ao jovem goleiro Mattia Perin, que joga no Genoa e é considerado muito promissor na posição. ''Perin me impressionou demais. Técnicamente é muito bom, joga bem com os pés, é ágil e forte fisicamente. Com certeza será o sucessor de Gianluigi Buffon na Seleção Italiana", afirmou o goleiro espanhol de 33 anos ao periódico.

Logo em seguida, quando perguntado se recomendaria ao Milan a compra do jovem goleiro, Diego foi enfático: "Temos muito tempo pela frente. Podemos falar disso daqui a quatro ou cinco anos".

Segundo o goleiro, seu compatriota Fernando Torres ainda será muito importante para o Milan atingir seus objetivos. "Eu vejo o Torres muito tranquilo e sereno, apesar de ultimamente não estar jogando bem. Ele segue treinando bem. Ele é muito forte mentalmente e tem bastante experiência, por isso acredito que ainda dará um grande contributo para o time" avaliou.

Contratado em meados de 2014 pelo Milan, Diego López contou os motivos que fizeram com que ele trocasse o Real Madrid pelo time rossonero e citou também o bom relacionamento que tem com os outros jogadores do clube, inclusive seus rivais de posição, Abbiati e Agazzi. Para o goleiro, Carlo Ancelotti foi um dos principais resposáveis por sua vinda à Itália.

"Quando estávamos eu e o Casillas, parecia tudo certo, mas quando contrataram o [Kaylor] Navas, percebi que a situação ficaria ruim. Conversei com Ancelotti sobre o interesse do Milan e ele me falou muito bem do clube, contando sua grande história. Me influenciou. Foi muito importante também nisso o preparador de goleiros Villiam Vecchi. Para mim foi uma oportunidade única, que agarrei com todas as forças. Vecchi me contou que o Milan já me queria em 2005 quando viam alguns vídeos meus por DVD. Aqui no clube encontrei uma sociedade extremamente organizada e um ambiente ideal em Milanello. Tenho uma convivência muito legal com Abbiati e Agazzi, que são duas grandes pessoas que ajudaram a me ambientar", revelou.

Por fim, Diego López confirmou que acredita, assim como Riccardo Montolivo, na possibilidade de o time lutar pela terceira colocação na Serie A, que dá vaga aos playoffs da Uefa Champions League da próxima temporada.

"Eu acredito, sim, no terceiro lugar, mas será muito dura a disputa, pois existem diversas equipes que estão sonhando com essa vaga. Talvez o Napoli seja o nosso principal rival, mas ainda posso citar Internazionale e Fiorentina, que estão subindo na tabela, as duas equipes de Gênova [Sampdoria e Genoa] e a Lazio, que está jogando muito bem," salientou.

VAVEL Logo