Southampton decide no primeiro tempo e vence Sparta Praga com dois de Charlie Austin

Saints não tem problemas e vencem tchecos com tranquilidade na estreia da Europa League

Southampton decide no primeiro tempo e vence Sparta Praga com dois de Charlie Austin
Foto: Warren Little/Getty Images
Southampton
3 0
Sparta Praga
Southampton: Forster; Martina, Van Dijk, Yoshida e Targett; Oriol Romeu (Davis, Min. 83), Hojbjerg, Ward-Prowse e Tadic (Redmond, Min. 70); Long e Austin (Jay Rodriguez, Min. 77). técnico: Claude Puel
Sparta Praga: Koubek; Holek, Costa e Michal Kadlec; Frydek e Vacha (Marecek, Min. 64); Karakaev, Sacek e Sural (Pulkrab, Min. 75); Julis (Lafata, intervalo) e Vaclav Kadlec. técnico: Zdeněk Ščasný
Placar: 1-0, Austin, Min. 5; 2-0, Austin, Min. 27; 3-0, Jay Rodriguez, Min. 90+2
ÁRBITRO: Manuel Gräfe (ALE); cartões amarelos: Vaclav Kadlec (Min. 70)
INCIDENCIAS: partida válida pela primeira rodada da fase de grupos da uefa europa league 2016/17, realizada no estádio St. Mary's, em Southampton, inglaterra

Foi mais tranquilo que o imaginado. Nesta quinta-feira (15), o Southampton não teve problemas e venceu com bastante tranquilidade o Sparta Praga pela primeira rodada da fase de grupos da Uefa Europa League 2016/17 por 3 a 0, com dois de Charlie Austin e um de Jay Rodriguez.

Com este resultado, o Southampton chega a três e fica na liderança, enquanto os tchecos estão na lanterna. Na próxima rodada, que será realizada no dia 29 de setembro, o Southampton vai até Israel visitar o Hapoel Be'er Sheva, enquanto o Sparta Praga recebe a Internazionale na capital tcheca.

Austin marca dois e deixa Saints com muito conforto

O começo de jogo foi bem intenso pelo lado dos donos da casa, que com menos de cinco minutos chegaram ao gol, quando Charlie Austin foi acionado pela direita, tentou o cruzamento e a bola foi no braço de Costa: pênalti para o Southampton. O próprio camisa 10 foi para a cobrança e abriu o placar no St. Mary's: 1 a 0 Southampton. Ótimo começo dos ingleses.

O jogo era muito bom em Southampton. Os tchecos não se acuaram tanto e quase marcaram minutos depois, quando Karavaev fez boa jogada pela direita, cruzou na primeira e Julis quase marcou. Os Saints também atacavam, tanto que quase ampliaram, quando Ward-Prowse cobrou falta na intermediária, Charlie Austin apareceu na segunda trave e desviou, mas Koubek fez boa defesa no susto.

O Southampton seguiu melhor durante o primeiro tempo, tendo em vista que o Sparta Praga não demonstrava tanta força para parar os Saints. E o que já era tranquilo ficou ainda mais aos 27', quando Martina recebeu passe de Tadic, tentou o cruzamento, só que a bola bateu na marcação. A redonda voltou nos pés do lateral-direito, que cruzou de três dedos na cabeça dele, Charlie Austin, que cabeceou livre, no canto esquerdo de Koubek: 2 a 0 Southampton.

Depois disso, a partida voltou a ficar equilibrada no St. Mary's, principalmente pelo fato dos Saints estarem cadenciando bastante o jogo após abrirem dois gols de vantagem. O Sparta Praga tinha muita dificuldade de trocar muitos passes em sequência e chegar perto da meta de Fraser Forster, o que acabou acarretando em um primeiro tempo com a vantagem dos ingleses.

Segundo tempo morno, mas com gol no fim

O começo de segundo tempo foi bem mais lento que o primeiro, com os Saints sem a mesma intensidade do início por conta do resultado, enquanto o Sparta não assustava. A primeira boa chance da segunda etapa aconteceu aos 8', quando Tadic tabelou bem com Hojbjerg pela esquerda, levou para o meio e finalizou rasteiro, mas Koubek fez defesa segura.

Sem nada a perder, o Sparta começou a sair mais para o jogo na segunda etapa, principalmente por conta da entrada do experiente Lafata, que quase marcou, quando Kadlec fez jogada pelo meio, arriscou, a bola pegou na marcação e sobrou para o centroavante, que finalizou bonito, com força da entrada da área e obrigou Forster a fazer uma boa defesa.

Só que quando a partida se encaminhava para terminar no 2 a 0, saiu o terceiro, quando contra-ataque foi puxado, a bola chegou em Long na esquerda, que cruzou rasteiro para Jay Rodriguez, que deu apenas um tapinha no canto de Koubek, fechando a conta no St. Mary's: 3 a 0 Southampton.