América-MG descarta jogar clássico contra Cruzeiro no Mineirão

Alencar da Silveira Jr acredita que o Coelho terá um apoio maior do torcedor se mandar a partida para o Independência

América-MG descarta jogar clássico contra Cruzeiro no Mineirão
Foto: Mourão Panda/América-MG

O América-MG recusou a proposta de levar o clássico contra o Cruzeiro para o Mineirão. O jogo, que tem data marcada para o dia 8 (quinta-feira) de setembro, foi confirmado para o Independência. No entanto, a diretoria americana ainda analisa a mudança de levar os jogos contra São Paulo e Flamengo para outros estádios. 

Para que a alteração de mando de campo fosse feita, o América teria que encaminhar uma solicitação a CBF com até dez dias de antecedência a data do jogo. Como o Coelho não encaminhou nenhum pedido até a última segunda-feira (29), a mudança foi excluída. 

Um dos presidentes do conselho de administração do América-MG, Alencar da Silveira Jr declarou a importância de jogar em casa, contando com o apoio da torcida americana no Campeonato Brasileiro. O Coelho é o lanterna, com apenas 13 pontos, 13 a menos que o Coritiba, 16º colocado. Segundo o Departamento de Matemática da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais), o alviverde tem 97,7% de chances de ser rebaixado para a segunda divisão.

Para se livrar do descenso, o time americano terá que fazer uma campanha superior ao que o atual líder Palmeiras realizou até o momento. O alviverde paulista somou 65% de aproveitamento. O América terá que somar 32 dos 48 pontos que serão disputados nas próximas 16 rodadas, configurando 66.6%.

"Temos a nossa casa e temos que jogar nela. Recebemos a proposta, mas nem chegamos a conversar. Também acreditamos que a torcida quer ficar no Independência. E recebemos muito bem todos os adversários. Além disso, um jogo às 21h, numa quinta-feira depois de feriado é mais complicado", disse Alencar da Silveira Jr.