Atlético-MG e Botafogo duelam por objetivos distintos no Campeonato Brasileiro

Galo busca a vitória para encostar no G-4, enquanto equipe carioca tenta dar sequência à boa fase para fugir da zona de rebaixamento

Atlético-MG e Botafogo duelam por objetivos distintos no Campeonato Brasileiro
Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG
Atlético-MG
Botafogo
Atlético-MG: Victor; Carlos César, Leonardo Silva, Erazo e Douglas Santos; Eduardo e Júnior Urso; Clayton, Cazares e Robinho; Fred. Técnico: Marcelo Oliveira.
Botafogo: Sidão; Luis Ricardo, Emerson Silva, Emerson Santos e Diogo Barbosa; Fernandes, Bruno Silva, Rodrigo Lindoso e Camilo; Neílton e Sassá. Técnico: Ricardo Gomes.
ÁRBITRO: Raphael Clauss (SP).
INCIDENCIAS: Partida válida pela 12ª rodada do Campeonato brasileiro, a ser disputada no estádio Mineirão, em Belo Horizonte/MG.

Na noite desta quinta-feira (30), Atlético-MG e Botafogo entrarão em campo no Mineirão, em Belo Horizonte/MG, às 21h, para duelarem pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. Embora ambos os times cheguem para o confronto embalados por vitórias na última rodada, a partida representará a chance de os clubes se aproximarem de seus objetivos na competição.

Ocupando a oitava colocação com 16 pontos conquistados, o Atlético conta com os três pontos diante dos cariocas para se aproximar do G-4 da competição, após iniciar a rodada exatamente três pontos atrás do Corinthians, quarto colocado.

Em situação oposta, o Botafogo iniciou a rodada na 17ª colocação com apenas 12 pontos somados nos primeiros 11 jogos. Mesmo fora de casa o alvinegro irá buscar repetir a boa atuação do último domingo (26), quando bateu o vice-líder Internacional também atuando longe de sua torcida.

Desfalcado, Galo conta com a força de sua torcida

Os dias que antecedem o confronto desta noite não foram de boas notícias para o treinador Marcelo Oliveira. Além de não poder contar com o lateral-direito Marcos Rocha, suspenso, o comandante mineiro teve confirmadas as ausências dos meio-campistas Leandro Donizete e Rafael Carioca, ambos lesionados.

Mesmo com os desfalques o treinador não demonstrou preocupação, enaltecendo a força de seu elenco para superar as ausências. "Infelizmente temos desfalques importantes, mas temos que estar preparados para isso em um campeonato longo como é o brasileiro. Felizmente temos um elenco qualificado para suprir as ausências com o mesmo nível", disse Oliveira.

LEIA MAIS: Cobrado pela torcida, Robinho assume não estar 100%: "Tenho muito que melhorar ainda"

Se em campo o Galo terá ausências, o reforço para o duelo contra o Botafogo poderá vir das arquibancadas. Até a tarde de quarta-feira (29) haviam sido vendidos mais de 25 mil ingressos para a partida desta noite, garantindo ao time mineiro seu maior público neste Campeonato Brasileiro.

Botafogo conta com reforços para deixar a zona de rebaixamento

Depois de conseguir uma importante vitória diante do vice-líder da competição, Internacional, fora de casa na última rodada, o Botafogo vive seu melhor momento no certame nacional. Mas ainda assim ocupa a incômoda 17ª colocação, na zona de rebaixamento.

Buscando mudar este quadro, o alvinegro carioca poderá contar com importantes reforços para o duelo diante do Atlético-MG. O zagueiro Emerson Santos e o atacante Sassá retornam ao time após se recuperarem de lesões; o recém-contratado Rodrigo Pimpão teve o nome publicado no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF e fica à disposição do técnico Ricardo Gomes.

Mesmo o fato de atuar novamente fora de casa não tira o ânimo dos atletas botafoguenses para a partida. O goleiro Sidão espera que o mineirão esteja lotado, e admitiu que a torcida adversária em grande número será uma motivação a mais aos cariocas.

“Nos motiva mais para fazermos um grande jogo. No Beira-Rio e no Itaquerão tivemos casa cheia e esperamos um Mineirão lotado também. Assim motiva o jogador. Se há um retrospecto bom contra o Atlético, que isso permaneça. Na situação em que nos encontramos não dá para escolher muito adversário. Precisamos vencer o máximo possível para subirmos e não ficar sofrendo na zona de rebaixamento”, disse o goleiro.