Torcedor morre no Mineirão e seguranças são responsabilizados por testemunhas

Eros Dátilo Belizardo, de 37 anos, que assistia ao duelo entre Cruzeiro e Grêmio, tentava se deslocar de setor, quando discutiu com agentes e, segundo espectadores, acabou imobilizado

Torcedor morre no Mineirão e seguranças são responsabilizados por testemunhas
Eros deixa filha de dez anos e esposa grávida (Foto: Reprodução/Facebook)

O resultado negativo do Cruzeiro, nesta quarta-feira (26), diante do Grêmio, pela Copa do Brasil, foi além das quatro linhas. Isso porque após a partida, foi confirmada a morte do torcedor celeste Eros Dátilo Belizardo, de 37 anos.

A princípio, a concessionária do Mineirão, a Minas Arena, informou que Eros faleceu em decorrência de um infarto, ainda durante a partida, sendo socorrido posteriormente. Mas, segundo testemunhas, a morte do torcedor foi provocada por seguranças do próprio estádio, durante uma discussão.

Os presentes informaram que o torcedor tentava mudar de setor, quando foi interrompido por agentes de uma empresa terceirizada que presta serviços de segurança no estádio. Então, Eros, que era diretor de uma torcida organizada, entrou em discussão com a dupla e acabou sendo imobilizado e levado para uma sala, saindo desacordado cinco minutos depois.

Então, o torcedor foi encaminhado por brigadistas do próprio Mineirão para o posto médico do estádio, sendo transferido, posteriormente, para o Hospital Odilon Behrens, que constatou o óbito antes mesmo de Eros ser atendido. Nesta quinta-feira (27), a instituição informou que Eros deu entrada ao hospital já sem vida e com múltiplas traumas pelo corpo.

Confira, na íntegra, a nota divulgada pela Minas Arena

"A Minas Arena lamenta o falecimento do torcedor Eros Dátilo Belizardo, ocorrido após a partida entre Cruzeiro e Grêmio, válida pelas semifinais da Copa do Brasil 2016, e se solidariza com a família nesse momento de dor. O socorro foi prestado ao torcedor, imediatamente, pela equipe médica em serviço na partida. Ele foi levado de ambulância ao posto médico localizado dentro do estádio, atendido pela equipe médica de plantão e encaminhado ao Hospital Odilon Behrens onde, infelizmente, veio a óbito."

Cruzeiro lamenta morte e garante acompanhar o caso

O Cruzeiro publicou, no início da tarde desta quinta-feira (27), uma mensagem de pesar pela morte de Eros. Na nota, a Raposa garante acompanhar os deserolar do caso, que será investigado pela Polícia Civil (PC)

“A diretoria do Cruzeiro Esporte Clube viu com grande tristeza a notícia sobre a morte do torcedor Eros Datilo, na noite passada, no estádio do Mineirão, durante a partida contra o Grêmio. Clube está acompanhando de perto os esclarecimentos do fato para que toda a sociedade possa ser informada sobre os motivos que levaram o nosso torcedor a óbito. À família de Eros Datilo fica a solidariedade de todos do Cruzeiro Esporte Clube em um momento de imensa dor."

Torcedores recorrem às redes sociais em busca de explicações

Torcedores, não só do Cruzeiro, foram às redes sociais nas últimas horas em busca de explicações para a morte de Eros Datilo. Em mensagens publicadas no Twitter, várias pessoas lamentaram a morte do torcedor e cobraram ações, sobretudo, da Minas Arena.