De volta ao Rio, Fluminense encara desfalcado Corinthians pelas oitavas da Copa do Brasil

Tricolor retorna a Edson Passos após mais de um mês devido as Olimpíadas. Timão não conta com Fagner, convocado, e Elias, liberado para acertar com o Sporting

De volta ao Rio, Fluminense encara desfalcado Corinthians pelas oitavas da Copa do Brasil
Foto: Mailson Santana/Fluminense F.C.
Fluminense
Corinthians
Fluminense: Diego Cavalieri, Wellington Silva, Gum, Henrique e William Matheus; Douglas, Cícero, Gustavo Scarpa, Marquinho, Wellington e Henrique Dourado.
Corinthians: Cássio, Léo Príncipe, Yago, Balbuena e Uendel; Cristian; Marquinhos Gabriel, Camacho (Willians), Rodriguinho e Marlone; Guilherme.
ÁRBITRO: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
INCIDENCIAS: Jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, a ser disputado em Edson Passos, Mesquita (RJ).

Nesta quarta-feira (31), pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, Fluminense e Corinthians se enfrentam, às 21h45 (horário de Brasília), em Edson Passos, Mesquita (RJ). Por ter terminado entre os quatro primeiros do Campeonato Brasileiro 2015, o Timão não disputou as primeiras fases da competição e, portanto, faz a sua estreia. O Tricolor precisou eliminar Tombense, Ferroviária e Ypiranga para chegar nas oitavas de final.

O último encontro entre as equipes aconteceu pela oitava rodada do Brasileirão. Naquela ocasião, o Fluminense derrotou o Corinthians por 1 a 0, no Mané Garrincha, em Brasília. O único gol do jogo foi marcado por Cícero.

No histórico de confrontos pela Copa do Brasil, Fluminense e Corinthians se enfrentaram somente duas vezes. E ambos os confrontos foram em 2009, pelas quartas de final. Após vencer em casa por 1 a 0, um empate em 2 a 2 no Rio foi o suficiente para levar o clube paulista às semifinais da competição.

A arbitragem do duelo fica por conta de Elmo Alves Resende Cunha (GO). Ele terá como auxiliares Christian Passos Sorence e Leone Carvalho Rocha, ambos também goianos.

Levir faz somente uma mudança no Fluminense

Apesar da derrota para o líder Palmeiras no último domingo (28) –que quebrou série invicta de quatro jogos do Fluminense – o técnico Levir Culpi manterá a base do time considerado titular. A única novidade, porém, fica por conta de Marquinho. O camisa 77 herda a vaga de Marcos Junior e inicia pela primeira vez entre os titulares desde o seu retorno.

''O Marquinho e o Marcos Junior são ótimos jogadores. Têm características diferentes. O Marquinho é a primeira vez que vai iniciar. Ele tenta organizar e chegar para finalizar. Vamos ver como fica. O Marcos Junior pode entrar durante o jogo. O Marquinho já demonstrou a competitividade dele, queria até brigar com o Wellington Silva no jogo (risos). Achei isso bem legal. Espero que mostre isso contra o Corinthians também'', disse Levir.

Além disso, o Fluminense volta a atuar no Rio de Janeiro, mais precisamente em Edson Passos, onde está invicto – venceu o Cruzeiro por 2 a 0 e a Ponte Preta por 3 a 0, ambos pelo Campeonato Brasileiro. ''Em questão de ambiente, torcida, Edson Passos passou a ser nossa casa. Temos a consciência de que precisamos fazer um grande jogo para que essa união com a torcida nos faça chegar a mais vitória no estádio'', disse o zagueiro Gum.

Com isso, o time que enfrenta o Corinthians terá: Diego Cavalieri, Wellington Silva, Gum, Henrique e William Matheus; Douglas, Cícero, Gustavo Scarpa, Marquinho, Wellington e Henrique Dourado.

Sem Fagner e Elias, Cristóvão é obrigado a mexer no Corinthians

Vivendo um momento ruim no Brasileiro, onde o Corinthians possui somente uma vitória nos últimos cinco jogos, o técnico Cristóvão Borges espera voltar à boa fase e sair do Rio de Janeiro com um resultado positivo. Para isso, porém, não poderá contar com jogadores importantes.

O lateral Fagner, servindo à Seleção Brasileira nas Eliminatórias, o volante Elias, liberado para assinar com o Sporting, e Romero, entregue ao time do Paraguai, desfalcam o Timão. Com isso, o treinador foi obrigado a fazer alterações. O lateral Léo Príncipe foi o único confirmado no time titular. Para o setor de meio campo, Camacho e Willians disputam posição, enquanto Marlone deve herdar a vaga no ataque.

''No Rio a gente vai jogar para ganhar, como a gente sempre joga. Buscar o resultado, a vitória. Sabemos que temos condições. Se eu quiser colocar o Corinthians para jogar defendendo, dificilmente vai ganhar. Tem que jogar para ganhar. O Corinthians defende bem, mas não pode jogar se defendendo'', observou Cristóvão Borges.

Dessa maneira, a provável formação do Corinthians terá: Cássio, Léo Príncipe, Yago, Balbuena e Uendel; Cristian; Marquinhos Gabriel, Camacho (Willians), Rodriguinho e Marlone; Guilherme.