Levir rebate declaração de Carlos Alberto: ''A mentira é uma das piores qualidades do ser humano''

De acordo com meia, o técnico pediu para Wellington Silva machucá-lo no primeiro tempo, quando houve discussão por conta do fair play

Levir rebate declaração de Carlos Alberto: ''A mentira é uma das piores qualidades do ser humano''
(Foto: Nelson Perez/Fluminense F.C.)

Não faltou emoção no jogo entre Fluminense e Figueirense, válido pela 18ª rodada do Brasileirão. Além dos cinco gols, bola na trave e tento anulado, o meia Carlos Alberto, ao fim da partida, disse que o técnico Levir Culpi pediu para o lateral Wellington Silva machucá-lo. O lance aconteceu no primeiro tempo, quando ambos discutiram sobre fair play.

O técnico, então, rebateu as declarações do meia, o chamando de ‘mentiroso’: ''Você está falando sério? Se o Carlos Alberto contratar o Eduardo Cardoso ou a Janaína Pascoal (advogados que participaram do processo de impeachment da ex-presidente Dilma) , ele não vai ganhar essa, porque é mentira. A mentira é uma das piores qualidades do ser humano. Eu gritei com o Carlos Alberto e quase me desentendi com o Wellington (Silva), pedindo pra ele devolver a bola, o suposto fair play, que o Carlos Alberto estava pedindo. A gente tem que dar o exemplo, não pode levar vantagem. Só me preocupei com isso'', ressaltou.

Em relação ao jogo, no qual o Fluminense venceu o Figueirense por 3 a 2, o treinador comemorou o resultado, afirmando que o time briga pelo G-4: ''Sempre achei que estávamos desde o inicio. Se considerar as dificuldades de logísticas, as Olimpíadas... Estamos perfeitamente. Nunca me considerei fora. A torcida compareceu e isso é muito importante. Vamos chegar'', disse Levir, que ainda confessou 'desanimo' por parte da equipe após o empate do Figueira:

''Saimos de um 2 a 0 para um 2 a 2 com as calças na mão. Deu um desânimo após o gol. O aspecto emocional é o principal fator por isso. Foi um jogo emocionante e duvudo que alguem aqui presente esperava isso.''

A vitória deixou o Fluminense na oitava colocação, com 34 pontos, e somente a três do G-4. Na próxima rodada, o Tricolor faz o clássico contra o Botafogo.