Grêmio vence São Paulo pelo placar mínimo e divide vice-liderança com Corinthians

No duelo dos tricolores, o gaúcho poderia ter vencido por um placar mais amplo, mas ficou no 1 a 0

Grêmio vence São Paulo pelo placar mínimo e divide vice-liderança com Corinthians
Foto: Divulgação/ Grêmio
Grêmio
1 0
São Paulo
Grêmio: Marcelo Grohe; Edílson, Geromel, Wallace Reis e Iago; Jaílson, Maicon; (H. Almeida, 34'/2ºT), Everton (Pedro Rocha, 43'/2ºT), Douglas e Negueba (Kaio, 44'/2ºT); Miller Bolaños. Técnico: Roger Machado.
São Paulo: Denis; Bruno, Maicon, Lugano (A) e Mena (V); Wesley, Thiago Mendes (A), Centurión (Pedro, 32'/2ºT), Cueva e Michel Bastos; Gilberto (Kelvin, 18'/2ºT). Técnico: Edgardo Bauza.
Placar: 1-0, min.7/2T, Douglas
ÁRBITRO: Heber Roberto Lopes, auxiliado por Nadine Camara Bastos e Helton Nunes (trio catarinense).
INCIDENCIAS: Partida válida pela 16° rodada do Campeonato Brasileiro, disputada na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. 39.556 (37.069 pagantes).Renda: R$ 1.459.680,00

Diante de 39.556 torcedores, o Grêmio recebeu o São Paulo, em confronto válido pela 16° rodada do Campeonato Brasileiro 2016. No duelo dos tricolores, foi o gaúcho que se deu melhor na Arena: 1 a 0, gol de Douglas.

LEIA MAIS: Cuca reconhece mau desempenho contra Atlético-MG: "Não foi o dia de ganhar"

Com o resultado, o Tricolor Gaúcho pulou para 30 pontos, ainda na terceira posição, mas agora a dois pontos do líder, Palmeiras. Já os paulistas estacionaram na nona posição, com 22 pontos. Na próxima rodada, o Grêmio visita o América-MG, e o São Paulo recebe a Chapecoense, ambos no domingo (31).

#
Time
PT
J
V
E
D
Palmeiras 32 16 10 2 4
Corinthians 30 16 9 3 4
Grêmio 30 16 9 3 4
São Paulo 22 16 6 4 6

Grêmio finaliza mais de dez vezes, mas Denis deixa placar em branco na primeira etapa 

Como de costume, o Tricolor Gaúcho começou pressionando com muita intensidade. Sem deixar os paulistas respirarem, os mandantes faziam uma blitz e impediam a saída de bola dos visitantes. Logo no primeiro minuto, Negueba recebeu livre na área, mas dominou com a mão e não pôde finalizar. 

A pressão inicial teve segmento, e os paulistas não passavam da meia cancha. Com seis minutos, Maicon ajeitou para Miller, que finalizou de fora da área, a bola desviou em Lugano e saiu em escanteio, levando perigo à meta dos são-paulinos. 

O Grêmio tinha muito volume de jogo e dominava a partida. Aos oito, Negueba dominou dentro da área de costas pro gol e finalizou bonito para Denis se espichar e no canto esquerdo e botar para o escanteio mais uma finalização gremista. Três minutos depois, Bolaños faz jogada vertical e chuta para o goleiro rebater pro meio da área e Maicon afastar o perigo.

Grêmio teve dez finalizações na primeira etapa, nenhum gol (Foto: Divulgação/Grêmio)
Grêmio teve dez finalizações na primeira etapa, nenhum gol (Foto: Divulgação/Grêmio)

Após a blitz inicial, o São Paulo teve um momento de respiro na primeira etapa. Com mais calma e bola no chão, o Tricolor Paulista criou sua primeira oportunidade no jogo. Michel Bastos recebeu a bola em boas condições para marcar, mas Pedro Geromel, como sempre, salvou o Grêmio. 

O jogo se esfriou após o alto índice de intensidade nos primeiros 20 minutos. Já no fim da primeira etapa, o atacante Everton sentiu a coxa direita e foi substituído por Pedro Rocha. O Tricolor Gaúcho voltou a levar perigo quando Edílson cobrou falta no ângulo de Denis, e o goleiro paulista salvou mais uma, mandando em escanteio. 

Nos acréscimos da primeira etapa, a melhor chance do jogo: Miller Bolaños recebeu com espaço e mandou um petardo à meta de Denis, que espetacularmente, espalmou e salvou o São Paulo do pior. Placar zerado nos primeiros 45 minutos. 

Douglas balança as redes e decreta vitória do Grêmio pelo placar mínimo 

Na volta da segunda etapa, o Grêmio repetiu a pressão costumeira. Aos quatro minutos, Bolaños rouba de Mena, chuta cruzado e a bola saiu em linha de fundo, muito próximo da meta de Denis. 

O gol tardou, mas não falhou: aos sete minutos, Maicon tabelou com Edílson e finalizou rasteiro no canto para Denis espalmar nos pés do camisa 10 Douglas, que fez o seu quarto gol de rebote no Brasileirão, o primeiro do jogo. 1 a 0.

No duelo dos tricolores, o Tricolor Gaúcho era quem tinha o domínio da partida. Marcava forte e neutralizava toda em qualquer tentativa dos paulistas na segunda etapa. Faltava matar o jogo. Então, Negueba tratou de abrir as chances gremistas: o meia bateu colocado de fora da área e Denis se esticou, salvando novamente. 

Douglas marcou o gol da vitória gremista na Arena (Foto: Divulgação/Grêmio)
Douglas marcou o gol da vitória gremista na Arena (Foto: Divulgação/Grêmio)

Aos 26 minutos, Douglas recebeu livre na esquerda, bateu cruzado e Denis se atrapalha, quase marcando um gol bizarro, mas conseguiu mandar para escanteio. Eram nove chances de gol contra zero do time são paulino. 

Já no fim do jogo, com 33 minutos no placar, o decreto final da derrota paulista: Mena matou o contra-ataque gremista e foi expulso. Depois de ficar com um a menos, só deu Tricolor, administrando a vitória e ainda buscando o segundo gol na Arena. 

Com 40 minutos, poderíamos ter um placar mais amplo na Arena, mas Denis estava um paredão: Henrique Almeida rolou para Maicon chutar colocado no canto para o goleiro paulista defender. Nos acréscimos, Lugano derrubou Miller na área, a bola sobrou para Pedro Rocha tocar por cobertura e Bruno salvar em cima da linha. Fim de papo. Grêmio 1 a 0.