Diante do Brasil de Pelotas, JEC tenta aproveitar rodada favorável para se aproximar da saída do Z-4

Joinville pode diminuir distância para o Oeste para três pontos se vencer, enquanto Xavante já vê o G-4 de muito longe

Diante do Brasil de Pelotas, JEC tenta aproveitar rodada favorável para se aproximar da saída do Z-4
Foto: JL Cardoso/JEC
Joinville
Brasil de Pelotas
Joinville: Jhonatan; Reginaldo, Rafael Donato, Ligger e Fernandinho; Naldo, Tinga, Erick Luís, Fernando Viana e Thomás (Carlos Alberto); Jael. Técnico: Ramon Menezes.
Brasil de Pelotas: Eduardo Martini; Weldinho, Teco, Leandro Camilo e Marlon; Leandro Leite, Marcão (Galiardo), Diogo Oliveira e Felipe Garcia; Ramon e Elias. Técnico: Rogério Zimmermann.
ÁRBITRO: Pablo dos Santos Alves. Assistentes: Oberto Santos da Silva e Tomaz Diniz de Araújo.
INCIDENCIAS: O jogo é válido pela 33ª rodada do campeonato brasileiro da série B de 2016. O jogo ocorrerá na Arena Joinville, Joinville (SC).

A situação de Joinville e Brasil de Pelotas para a reta final da Série B é totalmente diferente. O Coelho ainda depende somente de si para sair da zona de rebaixamento, já que a diferença é de seis pontos (pode diminuir para três nessa partida), por isso a palavra de ordem é a tal da vitória nesse confronto frente ao time gaúcho.

Já o Xavante vive situação bem mais tranquila. Em 12º lugar, não está ameaçado pela Z-4 e distante sete pontos para o primeiro clube dentro da zona de acesso a Série A, podendo diminuir para quatro pontos caso vença o jogo em Santa Catarina, e faltando seis rodadas para o fim, os gaúchos ainda acreditam nessa possibilidade.

No primeiro turno, o Brasil de Pelotas venceu o Joinville por 2 a 0 no Estádio Centenário, em Caxias do Sul, com gols de Marco Paraná e Felipe Garcia.

Ramon Menezes já deu o recado

O Joinville teve um início promissor no último sábado (22) e largou na frente, mas acabou tomando a virada e perdeu por 2 a 1 para o CRB, em Alagoas. Com 29 pontos, o JEC está a seis no Oeste, primeiro time fora do Z-4, porém pode diminuir para apenas três, já que o time paulista já jogou na rodada

Sabendo da extrema necessidade de vitória, o técnico do JEC, Ramon Menezes foi bem claro na sua última entrevista antes desse jogo extremamente importante. 

“Precisamos de uma sequência de vitórias. Precisamos ganhar do Brasil e ter essa sequência. Sabemos de tudo isso. Difícil administrar isso, mas faz parte, temos que jogar jogo a jogo e vencer”. Analisando a rodada, o técnico tricolor ainda comentou sobre os resultados e o quão boa tem sido para o JEC: “A rodada começou de uma maneira muito boa, isso a gente conversou e nos faz acreditar muito e mais em tudo que temos feito aqui, do esforço dos jogadores, mas precisamos mais”.

Brasil quer encerrar sequência sem vitórias

Sem vencer a quatro rodadas na Série B e também sem vitórias nas últimas cinco partidas fora de casa, o Xavante vai até Santa Catarina querendo sua quinta vitória longe de casa na competição. Essa sequência de jogos fez o time gaúcho despencar para a 12ª colocação, com 45 pontos, seis a menos que o Londrina, 4º colocado. O time perdeu na última rodada uma boa chance de colar no G-4, já que perdeu para o próprio Londrina em casa, por 1 a 0.

O técnico Rogério Zimmermann não poderá contar com Cirilo e Washington, que sequer viajam com a delegação. Marlon, que cumpriu suspensão contra o Londrina, volta à titularidade. O lateral-esquerdo, ex-jogador do Criciúma, destacou a dificuldade que é enfrentar o JEC na sua casa, mas espera que o Brasil consiga retomar o caminho das vitórias e continuar sonhando com um improvável acesso.

"Enquanto tivermos chances, tentaremos o acesso. Às vezes acontece da bola não querer entrar. Vamos aprimorar da melhor maneira possível para tentar voltar a vencer. A equipe está se dedicando, mas as vitórias não estão vindo. Sei como é difícil jogar contra o Joinville. Tentaremos chegar lá e fazer uma grande partida. Pensamos jogo a jogo, sempre nas vitórias para almejar algo a mais no campeonato", afirmou Marlon.