Ponte Preta vence pelo placar mínimo e Fluminense chega ao oitavo jogo sem vitória

Com gol de Wendel aos 41 minutos do primeiro tempo, a Macaca venceu e passou o Tricolor na tabela. Flu não tem mais chances de classificação à Libertadores

Ponte Preta vence pelo placar mínimo e Fluminense chega ao oitavo jogo sem vitória
Foto: Divulgação/Fluminense FC
Ponte Preta
1 0
Fluminense
Ponte Preta: Aranha; Nino Paraíba (Jeferson, min. 34'/2ºT), Antonio Carlos, Douglas Grolli e Breno Lopes; João Victor, Wendel (Ravanelli, min. 16'/2ºT) e Matheus Jesus; Clayson (Wellington Paulista, min. 16'/2ºT), Rhayner e William Pottker. Técnico: Eduardo Baptista
Fluminense: Júlio César; Wellington Silva, Gum, Henrique e Giovanni; Pierre (Marcos Junior, 0'/2ºT), Douglas, Cícero, Marquinho (Magno Alves, min. 12'/2ºT) e Gustavo Scarpa (Danilinho, min. 34'/2ºT); Richarlison. Técnico: Marcão
Placar: 1-0, min. 41'/1ºT, Wendel.
ÁRBITRO: Marielson Alves Silva (BA), auxiliado por Alessandro Rocha de Matos (BA) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA).
INCIDENCIAS: 36ª rodada do Campeonato Brasileiro, jogo realizado no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Continua o drama em Laranjeiras. Na tarde deste domingo (20), a Ponte Preta recebeu o Fluminense e venceu por 1 a 0, gol de Wendel no fim da primeira etapa. Com a vitória, a Macaca passou o Tricolor na tabela do Brasileirão e deu fim as chances do time carioca de se classificar para a Libertadores 2017.

Com a vitória, a Ponte Preta agora soma 49 pontos e subiu para a nona posição. Com a derrota, o Fluminense caiu para o décimo lugar também com 49 pontos. Na próxima rodada, a Macaca visita o Botafogo no Luso Brasileiro, sábado (26), às 20h (de Brasília). No domingo (27), às 19h30, o Flu visita o já rebaixado Figueirense no Orlando Scarpelli.

Flu é melhor, mas Wendel abre o placar para a Ponte Preta no fim do primeiro tempo

O jogo começou lento com as duas equipes se estudando e com cautela de atacar. O Fluminense tinha mais posse de bola, mas não conseguia infiltrar na defesa da Ponte Preta. Aos 16 minutos, Gustavo Scarpa conseguiu lançar Marquinho, que se livrou da marcação, mas Aranha se antecipou e ficou com a bola antes da chegada do meia.

Precisando vencer para dar fim a sequência de sete jogos sem vitórias e continuar sonhando com Libertadores, o Fluminense começou a criar oportunidades. A primeira grande chance surgiu aos 22 minutos, quando Richarlison bateu cruzado e Aranha defendeu. Na sequência, Wendel afastou mal e a bola retornou para área para Cícero, que testou de cabeça no canto mas o goleiro fez milagre.

Pouco depois, aos 27 minutos, Richarlison apareceu novamente para finalizar cruzado. Outra vez a zaga da Ponte se atrapalhou e Gustavo Scarpa não aproveitou a chance quase embaixo da trave. O Fluminense teve outras oportunidades na sequência em bola parada, mas a defesa do time paulista resistiu a pressão tricolor.

A Ponte Preta pouco conseguiu chegar ao ataque. Depois de minutos se defendendo, a Macaca finalmente conseguiu atacar. Aos 39, após Matheus Jesus cair na área, Rhayner ficou com a sobra e bateu no canto, mas Júlio César defendeu. Dois minutos depois, aos 41, o ex-tricolor apareceu outra vez para dar assistências para Wendel marcar um golaço e abrir o placar no Moisés Lucarelli.

Ponte Preta garante vitória pelo placar mínimo e Flu chega ao oitavo jogo sem vitória

Precisando vencer, Marcão mudou o Fluminense para o segundo tempo colocando os atacantes Marcos Junior e Magno Alves nos lugares dos meias Pierre e Marquinho. Aos 12 minutos, o experiente Magnata quase empatou o jogo de cabeça após cruzamento de Wellington Silva, mas Aranha defendeu.

Depois desse lance, poucas chances foram criadas e os goleiros pouco participavam do jogo, apesar dos mais de 70% de bola rolando. Somente aos 36 minutos a Ponte Preta atacou, quando Jeferson puxou contra-ataque e cruzou para Rhayner na segunda trave quase ampliar o placar. Pouco depois, aos 38, Pottker tentou o chute de fora da área, mas Júlio César defendeu em dois tempos sem muito perigo.