Perto de maratona de jogos, lista de lesionados do Arsenal pode diminuir

Em entrevista na manhã desta quinta-feira (19), em Colney (CT do Arsenal), Arsène Wenger deu updates sobre os lesionados recentes do Arsenal. Infelizmente para os gunners, dos jogadores que estavam fora, apenas Hector Bellerin já estará à disposição para o jogo de sábado (21), fora de casa, contra o West Brom.

De acordo com o treinador, Ramsey e Chamberlain voltarão aos treinos completos na segunda-feira, o que quer dizer que será muito difícil que ambos joguem contra o Dinamo Zagreb, na terça. O jogo será fundamental para definir o futuro dos comandados de Arsene Wenger na Uefa Champions League.

Apesar de as notícias parecerem calamitosas para o time de Islington, o lado positivo é que até o final da primeira quinzena de Dezembro, Wenger poderá contar (caso não ocorra nenhuma outra lesão, ou nenhum dos lesionados tenha um setback no seu problema) com praticamente todo seu elenco.

Se Ramsey e Chamberlain voltam no dia 29 de Novembro, fora de casa contra o Norwich, Walcott volta apenas uma semana depois, no dia 5 de dezembro contra o Sunderland, no Emirates Stadium.

A volta desses três jogadores é fundamental para os gunners, pois todos podem fazer diversas funções e ocupar diversas posições no campo (Walcott como centroavante ou na ponta-direita, Ramsey na ponta-direita ou como double pivot centralizado.

Chamberlain é uma ótima opção de banco pois pode jogar nas duas pontas e aumentar o volume de jogo da equipe, dependendo das circunstâncias do jogo). São jogadores chave, que dão amplitude para o elenco.

Enquanto isso, Wilshere, cuja carreira tem sido fortemente afetada pelas lesões – ele ainda não jogou nessa temporada –, tem retorno marcado para o meio de dezembro. O jogador, de 23 anos, tem uma precisão de passes na casa dos 84%, o que é impressionante para um meia que joga de forma aguda na elite do futebol europeu.

"Está correndo tudo bem. Eu estou trabalhando forte para tentar voltar. Eu sei como é, pois já estive lesionado várias vezes em minha carreira então eu sei o [tempo] que leva para voltar. Eu não vou apressar minha volta. Eu vou me assegurar de que meu corpo esteja 'pronto' e neste momento eu estou me sentindo bem", disse Wilshere ao TalkSport.

Assim, continuariam no DM, após a virada do ano, apenas Welbeck e Rosicky. O atacante inglês, inclusive, já tem data marcada para retornar e, assim como Chamberlain, pode adicionar muito ao time vindo do banco, jogando nos dois flancos ou como centroavante. É um jogador fundamental por suprir tantas necessidades – com qualidade –, apesar de a imprensa num geral sempre tratá-lo de maneira jocosa.

"Eu só quero voltar a jogar futebol" diz Welbeck (Foto: Reuters)

Danny está de fora com uma lesão no joelho desde abril. O erro priomordial do Arsenal foi esperar quatro meses com tratamentos ineficazes antes de decidir operar o joelho do jogador. Falando ao Arsenal Player, Welbeck admitiu que está passando por dificuldades.

"É lento e constante, mas 'está indo'. É difícil ver seus companheiros no campo e você na academia, fazendo trabalho duplo, mas no dia que eu voltar ao campo e começar a correr eu ficarei muito feliz. É um período difícil para mim mas eu estou ansioso para voltar com força", explicou.

"Eu quero voltar ao campo, me manter melhorando, me manter treinando e me manter saudável – isso é o principal. Eu só quero voltar a jogar futebol."

Se tudo der certo, Welbeck estará à disposição para partidas oficiais a partir de 16 de janeiro. Seu status pode afetar, inclusive, os planos de Wenger na janela de transferências de inverno. Rosicky, por sua vez, é o único que segue sem data estipulada para a volta e pode viver uma frustrante última temporada no Arsenal sem entrar em campo.

VAVEL Logo