Diante de embalada Atalanta, Juventus mira apagar tropeço da última rodada

Após parada para jogos da Copa Itália, Juventus e Atalanta se enfrentam neste sábado (4), às 17h45 (de Brasília), pela 15ª rodada da Serie A, em Turim. Enquanto a Velha Senhora teve uma semana de descanso, os nerazzurri venceram o Pescara por 3 a 0, emplacando sua sétima vitória seguida.

O momento "Juventus" da Atalanta liga o alerta da equipe bianconera. Com 33 pontos, um tropeço fatalmente irá liquidar a vantagem de quatro sobre Roma e Milan – ambos com 29. A equipe do veterano Totti joga o Derby di Roma contra a Lazio (cinco pontos atrás da Juve).  Já os rossoneri têm um duelo fácil contra o penúltimo colocado Crotone. Além disso, a própria Atalanta pode encostar, já que tem 28 pontos.

Na última rodada, a Velha Senhora perdeu para o Genoa de forma surpreendente: 3 a 1. Com grande atuação do atacante Giovanni Simeone, os rossoblù abriram três de vantagem logo nos 30 minutos iniciais. Já a Atalanta venceu o Bologna fora de casa por 2 a 0, em mais uma partida inspirada de Alejándro Gómez, que deu os passes para os dois tentos.

O histórico entre as equipe é antigo, com início em 9/19/1937. Na ocasião, os bianconeri venceram por 1 a 0. Após essa partida, os dois times se enfrentaram mais 114 vezes, com grande vantagem para a Juventus: 64 vitórias, contra apenas 13 da Atalanta. Na temporada anterior, o time de Turim venceu os dois confrontos por 2 a 0, ambos pela liga italiana.

Mais uma vez sem Dybala

Os problemas no departamento médico têm aterrorizado a Juventus neste primeiro semestre da temporada. Dybala sofreu uma lesão na coxa direita e não atua desde 22 de outubro; Higuaín ficou fora de algumas partidas por lesão muscular; Pjaca não joga há dois meses; Bonucci fica fora 2 meses por lesão muscular; e Daniel Alves quebrou a perna esquerda no duelo diante do Genoa e ficará de molho de três a quatro meses.

Com fratura na perna esquerda, Daniel Alves só volta aos gramados em 2017 (Foto: AFP)
Com fratura na perna esquerda, Daniel Alves só volta aos gramados em 2017 (Foto: AFP)

A ausência do jovem Dybala tem feito falta ao ataque bianconero, principalmente para 'Pipita': dos seus nove gols com a camisa de Juventus, sete foram ao lado de seu compatriota. Mas para Massimiliano Allegri esta estatística é indiferente. "Há números que dizem uma coisa, outros não importam", disse o treinador.

Com tantos problemas, Allegri não deve apresentar a equipe com grandes surpresas neste sábado. Lichtsteiner entra no lugar de Alves; Rugani e Benatia formam a defesa com Chielini; e no ataque, Mandzukic e Higuaín são os favoritos. 

"Paulo [Dybala] está fazendo falta nas últimas semanas. É um jogador muito importante para nós, porque nos enriquece com as suas características técnicas no campo. Ele sempre consegue dar momentos especiais, com o pé esquerdo, é um jogador muito especial", comentou o volante Khedira, durante coletiva de imprensa.

Khedira também falou sobre o adversário na sessão com os jornalistas.  "Eles são um time muito forte. Para mim pode sonhar, mas nós também temos os nossos sonhos, e sábado temos que vencê-los. Vimos eles contra a Roma, é uma equipe muito forte e muito complicada, não desiste nunca: após o primeiro tempo eles poderiam estar perdendo por dois ou três gols, mas depois eles ganharam. Eles têm uma grande mentalidade e não será fácil para nós", analisou.

Confiança é a palavra em Bergamo

Sete vitórias seguidas e dez sem perder. Com esses números a Atalanta se credencia como um ótimo adversário para a Juventus. A fim de manter a sequência, o técnico Gian Piero Gasperini deve fazer mudanças em relação à equipe que derrotou o Pescara.

Com a cirurgia de menisco, Berisha só volta em 2017, abrindo espaço para Sportiello na meta. Na zaga, Rafael Toloi deve formar parceria com Zukanović. No meio-campo volta o quarteto titular, com Kessié, GagliardiniKurtič e Spinazzola; por fim, Gómez e Petagna são os destaques do ataque.

O sucesso da Atalanta faz com que Gasperini mantenha sua proposta de jogo, mesmo fora de seus domínios. "Eu estaria mentindo se eu dissesse que pensava em chegar nesse confronto contra a Juventus em uma classificação tão alta.  Mas vamos lá para jogar, sem alterar as características da nossa equipe, e nós vamos fazer o que pudermos para vencer. Não sei para onde vamos, é difícil fazer previsões, mas todas as semanas podemos dar um passo adiante", destacou.

Autor de três gols na temporada e um dos destaques, o atacante Andrea Petagna falou sobre o momento vivido pela equipe. "É um sonho para toda a cidade, vamos tentar fazê-lo durar tanto tempo quanto possível. Eu sabia que eu estava vindo para Atalanta e iria encontrar um grande treinador, isto está me dando confiança, jogando 90 minutos e ficando melhor a cada dia. O sonho continua", comentou o atacante.

VAVEL Logo