Balotelli, Donnarumma e Milan: Mino Raiola dá polêmicas opiniões sobre time e seus jogadores

Não é de hoje que vemos polêmicas envolvendo Mino Raiola. O famoso empresário, que agencia jogadores como Zlatan Ibrahimovic, Romelu Lukaku, Marco Verratti e Paul Pogba, deu outra polêmica declaração. Desta vez, envolvendo duas personalidades que vêm deixando o torcedor italiano com esperanças para o futuro: o goleiro Gianluigi Donnarumma e o atacante Mario Balotelli. Em entrevista à RAI Sports, o questionado gestor falou sobre o futuro de seus dois profissionais e chegou até a dar palpites bastante controversos.

Na conversa com o canal italiano, Raiola deu opiniões sobre diversos assuntos, envolvendo até Gianni Infantino, atual presidente da Fifa. Porém, o que mais chamou à atenção foram as sinceras teses sobre seus jogadores e seus esperados desdobramentos. 

No diálogo, o que surpreendeu o público foi a sua opinião sobre qual time Donnarumma, goleiro do Milan, deveria defender. Na ocasião, Mino chegou a dizer que, se dependesse do empresário, a jovem promessa já estaria longe de Milão. "Donnarumma quis permanecer no Milan e eu respeitei isso. Se quisesse sair, iria rápido atender às muitas ofertas. Por mim, ele já teria saído de lá", disparou.

+ Polêmico agente de Donnarumma ataca Milan: "Eu não acredito no projeto do clube"

Outro nome envolvido na história foi o de Balotelli, atualmente no Nice, da França. Durante a entrevista, o dono de seus direitos deixou em aberta a possibilidade do jogador retornar à Itália. O gestor disse que conversou com o jogador, o próprio disse ter amadurecido e estar pronto para retornar ao seu país de origem. Além disso, o agente exaltou a qualidade do centroavante e chegou a palpitar sobre o valor monetário do jogador, mas logo rechaçou a chance do jogador voltar ao Milan - time em que defendeu durante a temporada 2013/14. Inclusive, o empresário teria oferecido o atacante a outros times da Itália.

"[Balotelli] vale € 100M, mas sairá de graça [seu contrato se encerra no final da temporada 17-18]. Comentei sobre ele com a Napoli, Juventus, Inter e Roma e, no mais, alguns times ingleses." Não é a primeira vez em que o empresário valoriza o ex-camisa 9 da Azzurra. Em entrevista dada em 2016, Mino Raiola disse que se Mario tivesse a mente de Ibrahimovic, faria com que Lionel Messi tivesse menos Bolas de Ouro em seu currículo

Outro assunto contestado após as falas de Raiola foi sobre sua rixa com Massimiliano Mirabelli, diretor esportivo do Milan. Ao falar sobre um possível retorno do jogador ao lado rossonero de Milão, o empresário prontamente rechaçou, levando em conta seu conflito com o dirigente do clube: "Jogar no Milan? Sem chances! Há Mirabelli por lá, e com ele não falo", concluiu, taxativo.

Raiola-Milan já gerou outras confusões

Também não é a primeira divergência entre o clube e o famoso empresário. No final de 2017, houve a novela envolvendo o agente, jogador e clube para resolver a renovação de contrato do goleiro. Após firmar o vínculo, Mino deu uma declaração dizendo que o jovem de 19 anos teria feito o acordo após violência psicológica por parte da equipe milanista. A repercussão dessa fala foi com total revolta por parte da torcida rossonera e, principalmente, do diretor-técnico do Milan, Massimiliano Mirabelli.

O dirigente prontamente respondeu à manifestação, dizendo: "Gigio nunca expressou o seu desejo de sair do Milan. Sem dúvida, há alguém a querer inventar coisas, mas iremos proteger o clube. Não há nenhuma reunião prevista com [Mino] Raiola. Donnarumma tem contrato até 2021 e não há nada mais a falar".  O acontecimento gerou exigências dos fãs ao arqueiro, com jogos marcados por cobranças e xingamentos pela declaração do agente, e a promessa teve de ir à mídia se explicar: ''Nunca disse ou escrevi que sofri pressão psicológica quando assinei o contrato", disse Gianluigi.

Antes do episódio, Raiola já teria dado outra declaração, desta vez, se posicionando contra o planejamento do clube. Naquela época, a torcida já não via com bons olhos o agente, que já vinha dificultando a acordo de contrato entre as partes. Em seguida a uma derrota por 4 a 1 contra a Lazio, Mino foi à imprensa e disse: "Eu não tenho nada contra o Fassone [dirigente da equipe] e nem contra o Mirabelli. Eu só tenho um problema: não acredito no projeto que eles estão montando para o Milan".

VAVEL Logo