600 vezes Messi: argentino decide, Barcelona bate Atlético de Madrid e dispara na liderança
Messi decidiu o jogo (Foto: Noelia Déniz/VAVEL)

Em jogo válido pela 27ª rodada do Campeonato Espanhol 2017/18, o Barcelona enfrentou o Atlético de Madrid, neste domingo (4), no Estádio Camp Nou, em Barcelona. Clássico marcado pela incessante disputa do título da atual temporada. Destaque para Lionel Messi, que marcou o único gol da partida em uma bela cobrança de falta, chegando ao gol 600 na carreira, decidindo a partida e recolocando a disparidade na liderança sobre o rival Atlético. 

Como esperado, na primeira etapa, ambas equipes dentro de suas respectivas propostas de jogo: um Barcelona prezando pela posse de bola e fazendo o seu jogo de posição e a equipe visitante aguardando um contra-ataque letal. Nos primeiros 20 minutos, os mandantes tinham certa dificuldade de jogar entrelinhas, parando na boa marcação colchonera. Um alento veio quando Messi recebeu a bola, se desvencilhou da marcação de três jogadores, projetou com a perna esquerda e finalizou no gol, entretanto, sem muito perigo. 

Já o Atlético, poucos minutos depois finalizaria com perigo pela primeira vez e, desde então, vinha anulando eventuais jogadas de perigo da equipe culé. Thomas Partey arriscou de fora da área, passando próximo ao gol de Ter Stegen. 

Messi antes de bater a falta que resultou em seu 600º gol na carreira
Messi antes de bater a falta que resultou em seu 600º gol na carreira                                                

A válvula de escape para abrir o marcador no lado catalão viria de uma cobrança de falta: Lionel Messi, aos 26, cobrou com categoria no canto superior, sem chances para o goleiro Jan Oblak, que ainda conseguiu espalmar a bola, mas para as redes. Ainda na primeira etapa, o Barcelona teria um grande desfalque e possivelmente se prolongará na temporada: Andrés Iniesta sentiu a parte posterior da coxa e saiu de campo aos 36, quando foi substituído por André Gomes

Na segunda etapa, uma leve alteração em relação ao panorama da partida. Com um Atlético de Madrid pressionado, visto que busca encostar no líder Barcelona, a equipe colchonera foi aos poucos se encontrando na partida e começou a comandar as ações e atuar no campo ofensivo durante a partida.

Apesar de obter a posse e trocar passes no campo de ataque, a equipe tinha dificuldade para converter em jogadas incisivas ou até mesmo em finalizar. Ter Stegen pouco foi acionado pelos visitantes na partida. A equipe blaugrana, de maneira esporádica, chegava ao campo de ataque e forçava o erro adversário. O Atlético deixou o pragmatismo e fez alterações ofensivas, com a entrada de Gameiro e Correa.

Craque argentino comemora seu gol
Craque argentino comemora seu gol                                      

Em meados de 78 minutos, o Barcelona, em cobrança de escanteio, obrigou Oblak a fazer boa intervenção, em finalização de Busquets. Poucas finalizações a gol na segunda etapa, contando com dois gols anulados corretamente, dos dois lados. Um de Luis Suárez, outro de Griezmann. Pouco produtivo nos minutos finais, sem muitos sustos, o jogo encaminhou para os minutos finais com o gol único marcado na primeira etapa. O Barcelona saiu vitorioso, praticamente sacramentando o título do Campeonato Espanhol.

Com o resultado, a equipe culé novamente se distanciou do rival madrilenho e fica cada vez mais próximo do título espanhol. O Barcelona volta a campo no próximo sábado (10), contra o Málaga, na Andaluzia. Já o Atlético de Madrid, retorna aos gramados nesta quinta-feira (8), pela Uefa Europa League, contra o Lokomotiv Moscou.

VAVEL Logo