Valverde vibra com goleada do Barça, mas mantém pés no chão: "Não vejo nada definido"
Foto: Miguel Ruiz/FC Barcelona

Após o final da rodada de ida das quartas de finais da Uefa Champions League, o Barcelona conseguiu enorme vantagem ao vencer a Roma por 4 a 1 no Camp Nou. Com dois gols contras da Roma e Piqué e Suárez fechando o placar, o Barça goleou e encaminhou a sua classificação para as semifinais do torneio. Depois da partida o técnico Ernesto Valverde destacou a atuação da sua equipe, mas também elogiou a forte marcação e pressão da Roma, dificultando o jogo dos catalães.

Sobre a partida, o treinador espanhol elogiou a equipe italiana, mas destacou o bom resultado conquistado, apesar de ainda não acreditar que a classificação esteja decidida. “Eles são uma boa equipe. Custou-nos superar sua primeira linha de pressão. A partida estava aberta. Vejo que nos custa ganhar cada jogo devido ao nível dos rivais. Agora estou pensando mais na próxima partida. Conseguimos um bom resultado, mas eu não vejo definido e nem perto disso”, analisou Valverde.

O comandante catalão também ressaltou a dificuldade imposta pela Roma com sua forte marcação e linha de pressão alta, complicando o estilo de jogo do Barça. “Foi uma partida complicada e difícil. Faziam uma marcação e pressão alta e muito bem. Isso acabou nos dificultou muito na saída de bola. Quando conseguimos superar a marcação deles, conseguíamos fazer as coisas muita rápidas. Porém sempre que eles chegavam havia perigo”, avaliou o técnico.

Valverde também falou sobre os dois gols contra da Roma que abriram o 2 a 0 na partida, mas falou sobre a importância de sempre rondar o gol adversário. “Se não cria chances e cerca o gol, a bola não entra. Cercar tanto gol deles resultou que o time marcou contra o seu próprio gol. É um bom resultado, mas eu preferia um 3 a 0 ao 4 a 1”, destacou. O técnico também comentou sobre a falta marcada para a Roma e o pedido de pênalti dos adversários. “Eu também vi pênalti na área da Roma. É algo que eu costumo passar, cada um tem seu ponto de vista”, comentou.

Para finalizar sua entrevista, Valverde falou sobre a escolha de começar a partida com os dois laterais, Sergi Roberto e Semedo, que jogaram juntos no lado direito. “Levando em conta a força do lado esquerdo da Roma, nós decidimos jogar com Semedo e Roberto”, disse. Valverde também explicou a saída de Busquets na segunda etapa. “Ele que pediu para sair. Estava jogando infiltrado e tem pequenos problemas”, explicou.

A próxima partida do Barcelona será no sábado (7), às 15h45, onde enfrenta o Leganés, no Camp Nou, pela 31ª rodada do Campeonato Espanhol. A partida de volta contra a Roma já será na próxima terça-feira (10), às 15h45, enfrentando os italianos no Estádio Olímpico de Roma, na Itália.

VAVEL Logo