Pela história: Deschamps pode se igualar a Zagallo e Beckenbauer em caso de título francês

O técnico da Seleção Francesa, Didier Deschamps, pode alcançar feito raro neste domingo (15), em caso da conquista do título mundial diante da Croácia. Campeão como jogador em 1998, único título francês em Copas, o comandante tem a chance de se tornar campeão do torneio como jogador e treinador, igualando nomes como Zagallo e Beckenbauer, únicos na história a efetuarem a façanha.

Na França, Deschamps é sinônimo de liderança. Há 20 anos, o atual treinador levantava a taça da Copa do Mundo, já que era o capitão da equipe que bateu o Brasil por 3 a 0 na decisão da competição, composta por históricos jogadores como Zinedine Zidane, Patrick Vieira e Lilian Thuram. Em entrevista coletiva às vésperas do histórico confronto, o comandante francês comentou a expectativa para a decisão e o contraste nos papéis como técnico e jogador.

"São muitas diferenças. Eu precisaria de mais tempo para explicar tudo. As partidas pertencem aos jogadores, o meu sucesso está ligado ao sucesso deles. Quando você joga, gasta energia na parte física, mas o treinador tem a parte mental, psicológica. É um tipo de competição diferente para nós", afirmou Deschamps.

Como citado, apenas duas pessoas no mundo possuem a honra: Mario Lobo Zagallo e Franz Beckenbauer. O "Velho Lobo" conquistou os Mundiais de 1958 e 1962 como jogador e comandou os atletas do título de 1970. Além disso, esteve presente na Copa de 1994, quando foi coordenador técnico, porém, esse quesito não entra nesta comparação.

A lenda alemã é o segundo nome a obter a conquista. Quatro anos após reproduzir ato histórico dentro de campo na eliminação para Itália, quando permaneceu em campo com a clavícula fraturada, o Kaiser foi agraciado com o título mundial de 1974 com sua seleção. Mais tarde, em 1990, participaria de outro título alemão, ao bater a Argentina.

Em 2018, a seleta lista pode receber um novo personagem, já que a França enfrenta a Croácia na final da Copa do Mundo e recebe o favoritismo para levantar o troféu. O confronto ocorre neste domingo (15), ao 12h, no Estádio Lujniki, em Moscou.

VAVEL Logo