Com poucas chances, Tottenham aproveita descuido do Milan e garante vitória na Champions Cup

O único gol da partida foi marcado somente na segunda etapa, após um primeiro tempo com equilíbrio por parte das duas equipes

Com poucas chances, Tottenham aproveita descuido do Milan e garante vitória na Champions Cup
Nkoudou marcou o único gol da partida (Foto: Divulgação/Tottenham Hotspur)
Tottenham
1 0
Milan
Tottenham: Vorm; Peters, Sanchez, Eyoma, Georgiou; Skipp, Marsh, Amos; Lucas, Nkoudou, Llorente. Técnico: Maurício Pochettino.
Milan: Reina; Abate, Musacchio, Romagnoli (C), Calabria; Kessie, Locatelli, Calhanoglu; Suso, Cutrone, Borini. Técnico: Gennaro Gattuso.

Fechando a noite desta terça-feira (31), Tottenham e Milan se enfrentaram no U.S Bank Stadium, na cidade de Minnesota, nos Estados Unidos. Em duelo válido pela International Champions Cup, torneio de pré-temporada, os Spurs garantiram a vitória de 1 a 0 contra os rossoneri e saíram com os três pontos. O gol do confronto foi marcado pelo jovem Nkoudou, somente na segunda etapa.

Nos 45 minutos iniciais, os ingleses pressionaram o Milan, que se viu em dificuldades para sair jogado em seu campo de defesa e rifava a bola com 'chutões' do goleiro Pepe Reina

Depois de quase 25 minutos de pressão no campo defensivo, os italianos encaixaram seu jogo e passaram a incomodar, em especial, pela ponta direita, com o atacante Suso. O camisa 8, foi quem criou a chance mais clara do primeiro tempo ao receber a bola dentro da área e cruzar para Cutrone cabecear, entretanto, o jovem atacante não contava com a defesa providencial do goleiro Vorm para o lado dos Tottenham.

Os Spurs por sua vez, levavam perigo, mas a pontaria não estava em dia e Reina sequer trabalhou na segunda etapa, que passou a ficar disputada fisicamente e com poucas chances para ambos os lados.

Na segunda etapa, a pontaria foi acertada e em um erro de marcação do Milan, Nkoudou ganhou na velocidade de Calabria e mantou um petardo para o fundo do gol, sem chances para Donnarumma, que havia entrado no intervalo.

Depois do gol, o Milan se sobressaiu na posse de bola, enquanto o Tottenham se propôs a defender. Kalinic arriscava chutes de longe para os italianos, enquanto que Son e Eriksen seguravam a bola para o lado do Tottenham, fazendo o tempo passar.

Ao final do confronto, o Milan se lançou ao ataque com unhas e dentes, mas a defesa bem bostada armada pelos ingleses impediu o empate e garantiu a vitória para os Spurs.