Messi deseja retorno de Neymar ao Barcelona, mas ressalta: "Difícil"
Divulgação/ Barcelona

Messi deseja retorno de Neymar ao Barcelona, mas ressalta: "Difícil"

Ídolo comentou como é ter a presença do brasileiro no mesmo vestiário de novo seria ótimo e que que a La Liga sente falta de Cristiano Ronaldo

agnesrigas
Agnes Rigas

Conhecido por conceder poucas entrevistas, o jornal espanhol 'Marca' foi o sortudo da vez e conseguiu arrancar algumas confissões do craque argentino Lionel Messi. A estrela do Barcelona falou sobre vários assuntos, mas o que mais despertou interesse foi sobre Neymar, que atualmente joga no Paris Saint-Germain.

O camisa 10 afirmou que seria maravilhoso ter o companheiro de volta aos vestiários dos Culés, mas considera essa transferência muito difícil. Messi ainda declarou que, seu atual clube não pretende liberá-lo tão facilmente e garante que a luta por Neymar não será fácil, em vista que existem outros gigantes europeus interessados em ter o brasileiro em seu elenco.

"Acho complicado. Gostaria que voltasse pelo que significa, tanto como jogador quanto para o vestiário. Somos amigos, vivemos coisas lindas, outras nem tanto, mas passamos muito tempo juntos. Acho muito difícil que deixe Paris. O PSG não vai deixar Neymar sair", disse.

O argentino comentou o tempo em que Cristiano Ronaldo defendia o Real Madrid. Para ele, o português faz falta em qualquer time e que ele faz falta para o Campeonato Espanhol.

"No início da temporada já disse que o Real Madrid é um grande clube, um dos melhores do mundo e com jogadores de sobra. Mas Cristiano faria falta em qualquer equipe que deixasse. Marca muitos gols em cada temporada, além disso te dá muitas outras coisas no campo. Essa época que vivemos juntos na mesma liga e cada um tentando ganhar com sua equipe foi linda. Cristiano foi um grande jogador para a liga (espanhola) e para o Real Madrid, esses duelos eram muito bonitos", expressou.

Messi também também confidenciou que gostar de voltar a trabalhar com o técnico Pep Guardiola, porém, acredita que será algo difícil.

"Apesar de ser difícil, gostaria de voltar a trabalhar com Guardiola. É um dos melhores treinadores do mundo. Por isso gostaria, mas aviso que isso é complicado", finalizou.

VAVEL Logo

Liga Espanhola Notícias