Guia VAVEL Copa América 2019: Peru
(Divulgação /FPF)

Na próxima sexta-feira (14), terá início a 46ª edição da Copa América, com o jogo de abertura sendo Brasil e Bolívia. No grupo onde está o Brasil também se encontram a própria Bolívia, a Venezuela e o Peru. A seleção peruana vem como uma das seleções fortes e que podem incomodar as tradicionais seleções do continente sul-americano. O Peru estreia na competição no sábado (15), quando joga contra a Venezuela, às 16h, na Arena do Grêmio. O Peru, em Copas américas, já foi campeão duas vezes, nos anos de 1939 e 1975. A sua última grande participação na competição foi em 2015, quando terminou a competição no terceiro lugar.

Onde pode chegar

Semifinais. O Peru, juntamente com o Brasil, tem um grupo acessível. Os comandados de Gareca são a segunda força do grupo, logo após a seleção canarinho. Considerando esse fato, existem grande chances de o Peru se classificar para a próxima fase da Copa América. Nas quartas de final, a seleção peruana tem a perspectiva de enfrentar uma grande seleção. A Argentina deve passar em primeiro lugar de seu grupo, e logo em seguida podem aparecer ou Colômbia ou Paraguai. Ambas seleções de qualidade e bem armadas. Um desafio enorme para a seleção de Paolo Guerrero, mas que pode ser um modo de se provar e chegar até as semis.

A equipe peruana unida na vitória por 1 a 0 contra a Costa Rica (Foto: Divulgação/Federação Peruana)
A equipe peruana unida na vitória por 1 a 0 contra a Costa Rica (Foto: Divulgação/Federação Peruana)

Qual a grande esperança para a competição?

Ninguém mais e ninguém menos do que Paolo Guerrero deveria ser o grande destaque da seleção peruana. Velho conhecido das duas maiores torcidas do Brasil o atacante peruano de 35 anos atualmente está no Internacional de Porto Alegre é o grande destaque e a grande esperança de gols para a seleção peruana. No ano o atacante já apresenta ótimos números, com 13 jogos e 9 gols.

O grande camisa 9 (Foto: Divulgação/SC Internacional)
O grande camisa 9 (Foto: Divulgação/SC Internacional)

Destaque pro futuro

Uma das possíveis promessas para próximas competições, por parte do Peru, é o volante Renato Tapia. Atualmente no Willem, o meio campista que pertence ao Feyenoord, somou 20 jogos na Eredivise e fez apenas um gol. Apesar disso, são bons números do volante na seleção peruana, que já soma 34 jogos e 3 gols. Por conta de seus 23 anos, as chances de Tapia figurar em muitas Copas América são grandes.

El Tigre

Ricardo Gareca, apelidado carinhosamente de El Tigre, é o comandante da equipe peruana desde 2015. O técnico, que teve uma passagem rápida pelo Palmeiras em 2014, vem muito bem com a seleção. Nos últimos três jogos, o técnico soma duas vitórias e uma derrota. Em um retrospecto geral, soma 53 jogos com a seleção do Peru, tendo 23 vitórias, 12 empates e 18 derrotas.
Com a sua formação favorita sendo um 4-2-3-1, Gareca é adepto de um futebol de toque de bola e ofensividade, onde seus times pressionam o adversário a todo momento. Quando se tem a bola, toques rápidos são a solução para furar as defesas adversárias.

Ricardo Gareca a beira do gramado (Foto: Divulgação/Federação Peruana)
Ricardo Gareca a beira do gramado (Foto: Divulgação/Federação Peruana)

Em 2016...

Na última edição do torneio, os comandados de Gareca terminaram a competição caindo nas quartas de final. Na fase de grupo, a seleção somou sete pontos em três jogos, com duas vitórias e um empate. Mas nas quartas de final a seleção de Guerrero encontrou a poderosa Colômbia. Em um jogo igual, ambos os times ficaram no 0 e foram para os pênaltis. Lá o Peru perdeu duas cobranças e foi eliminado com uma derrota por 4 a 2.

O elenco

Ricardo Gareca anunciou no dia 30 de Maio a convocação para a Copa América. Seu elenco para a competição tem:


Goleiros: Gallese (Alianza Lima), Álvarez (Sporting Cristal) e Cáceda (Universitario)

Defensores: Corzo (Universitario), Advíncula (Rayo Vallencano), Zambrano (FC Basel), Callens (New York City FC), Santamaria (Atlas), Abram (Velez Sarsfield), Araujo (Alianza Lima) e Trauco (Flamengo).

Meio campista: Pretell (Sporting Cristal), Gonzáles (Sporting Cristal), Tapia (Willem), Yotún (Cruz Azul), Flores (Aallborg), Hurtado (Vitória Sport Clube) e Cueva (Santos FC).

Atacantes: Polo (Portland Timbers), Carillo (Al-Hilal), Guerrero (Internacional), Farfán (Lokomotiv Moscou) e Ruidíaz (Seattle Sounders).

A convocação para a Copa América (Foto: Divulgação/Federação Peruana)
A convocação para a Copa América (Foto: Divulgação/Federação Peruana)
VAVEL Logo