Brasil sólido na defesa e Venezuela organizada: o resumo do Grupo A da Copa América
Foto: Lucas Figueiredo / CBF

/>Encerrou, neste sábado (22), os jogos do Grupo A da Copa América. Na Arena Corinthians, o Brasil goleou o Peru por 5 a 0. Gols marcados por Casemiro, Roberto Firmino, Éverton, Daniel Alves e Willian. Pelo outro jogo da chave, no Mineirão, a Venezuela venceu a Bolívia por 3 a 1. Darwin Machís (duas vezes) e Martínez marcaram para os venezuelanos, enquanto Justiniano descontou para os bolivianos.

A classificação terminou com o Brasil na primeira posição, Venezuela na vice-liderança, Peru em terceiro e a Bolívia na lanterna. Brasil finalizou com o melhor ataque e a melhor defesa do grupo Grupo A. Abaixo, detalhes sobre as quatro seleções.

Brasil

Com oito gols marcados e nenhum sofrido nos três jogos, a Seleção Brasileira teve o melhor ataque e a melhor defesa do Grupo A, assim liderando a chave, embora tenha empatado uma partida. Os brasileiros venceram a Bolívia e o Peru, e empataram com a Venezuela. Everton Cebolinha divide a artilharia com Philippe Coutinho, cada um com dois gols.

Venezuela

Nas duas primeiras rodadas, a Venezuela ficou na terceira colocação do grupo, até que uma vitória no último jogo mudou todo o panorama. Depois de vencer a Bolívia por 3 a 1 e o Peru ter perdido para o Brasil, a Seleção Venezuelana assumiu a vice-liderança do Grupo A, com cinco pontos conquistados e está classificada para as quartas de final da Copa América.

Peru

Tudo parecia estar bem encaminhado para uma classificação sem sustos do Peru, até que o Brasil surgiu no meio do caminho e, goleando por 5 a 0, acabou dificultando a sequência dos peruanos na competição. Antes de enfrentar os brasileiros, a seleção peruana empatou com a Venezuela e venceu a Bolívia.

Depois da derrota sofrida, caiu para a terceira posição e agora espera uma combinação de resultados dos outros grupos, para poder avançar às quartas de final como melhor terceiro colocado. Se a combinação não for favorável, o Peru dá adeus para a Copa América 2019.

Bolívia

Com uma campanha pífia de nove gols sofridos e apenas dois marcados, na última colocação do Grupo A, a Bolívia acabou sendo eliminada da Copa América logo na primeira fase. É válido ressaltar que a seleção boliviana vive um dos seus piores momentos nos últimos anos. O último triunfo da seleção aconteceu no dia 16 de outubro de 2018, quando venceu a seleção da Birmânia, por 3 a 0. De lá para cá, foram sete derrotas e três empates em 10 jogos disputados.

E agora?

De acordo com o apresentado pelas seleções do Grupo A, a Venezuela até tem um bom futebol defensivo, entretanto não é candidata ao título. Pode complicar, mas, numa fase mata-mata, a tradição de um país como Uruguai, Colômbia e Argentina — se os hermanos avançarem — é um diferencial. Em contraponto, o Brasil demonstra ser um fortíssimo time brigador pelo troféu.

VAVEL Logo