Com objetivo de rivalizar com PSG, Paris FC terá aporte financeiro do governo do Bahrein
Foto: Divulgação/Paris FC

Depois de assistir o Paris Saint-Germain se tornar o principal time francês na última década com grande aporte financeiro do Catar, o arquirrival Paris FC começa a traçar o mesmo caminho. Noticiado pelo "L'Équipe", nesta semana o clube da Ligue 2 finalizou uma venda de 20% de suas ações para o governo do Bahrein, em uma transação de 5 milhões de euros.

Com a recente venda, o Paris FC está dividido em 77% de sua ação, para o Presidente do clube, Pierre Ferracci, 20% ao governo do Bahrein e outros 3% divididos entre pequenos empresários. Através da nova injeção financeira vindo do mundo árabe, o Paris FC está valorizado em mais 25 milhões de euros desde a confirmação do negócio.

Projeção

Figurando na segunda divisão francesa, o Paris FC esboça voltar à elite nacional em até três anos. Com o novo parceiro de negócios, a estimativa na imprensa local é de que em alguns anos o time rivalize com o já tradicional PSG, atual campeão da Ligue 1.

A expectativa é grande, visto que, a família real do Bahrein está envolvida com as finanças do clube parisiense. Com a abertura do país, cada vez maior para o futebol, eles são responsáveis por investir em intercâmbio de jogadores nacionais para o futebol exterior, visando no futuro ter uma seleção forte. A exemplo do Catar, país sede da próxima Copa do Mundo, o Bahrein chegou a mover uma tentativa de dividir a localização dos jogos.

Além do Paris FC, o governo do Bahrein também tem ação no Córdoba, time da terceira divisão espanhola. A chegada na França já estimula a rivalidade com o Paris Saint-Germáin, que detém grande apoio monetário do governo do Catar, em uma rivalidade cada vez maior do mundo árabe no futebol europeu.

VAVEL Logo